Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Pique Novo comemora estouro tardio com disco ao vivo

Cesinha (à frente), Liomar (no meio) e Rogério Pique, tendo ao fundo o Cristo Redentor: o Pique Novo está completando dez anos de carreira lançando um CD ao vivo, que traz seus maiores sucessos, releituras e três inéditas
Há dez anos, o pagode romântico, especialmente o paulista, começava a colher os louros do estouro do grupo Raça Negra no início dos anos 90. No restante da década seria assim: inúmeros grupos viriam, especialmente de São Paulo, fariam um enorme – e imediato – sucesso, vendendo milhares e até milhões de discos, dominando o dial em todo o país, aparecendo em tudo que é programa de TV e ditando a moda, para depois sumirem.
Esse sumiço se acentuou no fim da década passada, mas a partir de 2000 o gênero voltou a apresentar um novo fôlego, impulsionado pelo estouro de novos grupos, em sua maioria cariocas. Muitos deles, inclusive, até já existiam nos anos 90, mas a boa fase dos grupos de São Paulo levou produtores e empresários a fazer vistas grossas para o que era feito fora da capital paulista.
Os cariocas do Pique Novo são um dos melhores exemplos dessa atual inversão do mercado. O grupo, formado por Liomar (vocais), Emerson (baixo), Cesinha (cavaquinho), Rogério Pique (violão e guitarra), Renatinho (bateria), Binho Percussão (percussão) e Nego Binho (repique de mão), nasceu em 1992, e só em 1997 conseguiu gravar seu primeiro disco, Em Cada Esquina, pela Paradoxx. Mas o estouro mesmo só veio no terceiro CD, auto-intitulado, lançado em 2001. O disco, que marcou a estréia do grupo na Sony, emplacou cinco músicas nas rádios: Todo Mundo Sabe, Vai Babar, Eu Tenho Muito Mais, Amor de Veneza e Sem Limite.
Em 2002, completando dez anos e no auge da carreira, o Pique Novo resolve comemorar lançando seu quarto CD, gravado ao vivo em um concorrido show na quadra da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis. Produzido por Bira Haway, o disco traz três inéditas: Uma Estrela – desde agosto entre as mais pedidas nas rádios populares –, Casamento Ou Gandaia, que é parecida com Vai Babar, e Apaixonado Estou. Além disso, há as releituras de Eu Menti, grande sucesso nos anos 90 com o grupo Razão Brasileira, É Tanta, do Só Preto sem Preconceito, e Lero-Lero, do Grupo Pirraça, além, é claro, dos principais sucessos dos discos anteriores. Mesmo com três pot-pourris no CD – Luz/Em Cada Esquina (de Em Cada Esquina), Sem Saber/Código do Amor (de Pelas Ruas, de 99) e Supra-Sumo do Amor/Pra Te Conquistar (uma de cada disco, respectivamente) – o grupo não achava que possuía um número suficiente de hits para reuni-los em disco.
“Nos achávamos muito crus no mercado para gravar um CD ao vivo, mas foi um privilégio”, conta o vocalista Liomar, que recebeu a proposta dos diretores da Sony após uma bem-sucedida temporada do Pique Novo no Projeto Seis e Meia, realizado no Teatro João Caetano, no Rio.

Ajuda da madrinha

A participação do público, especialmente o feminino, é intensa em todo o CD. As fãs vão à loucura na faixa Eu Tenho Muito Mais, que conta com a participação de Vavá. “Além do alto-astral, o Vavá é um grande talento. Admiro muito o trabalho dele”, derrete-se Liomar, que aproveita a parceria com o pagodeiro paulista para dissipar qualquer rixa entre os dois estados. “O pagode carioca vive um bom momento, com grupos como o Revelação, o Swing & Simpatia e o Imaginasamba fazendo muito sucesso. Mas não podemos esquecer dos grupos de São Paulo, pois tudo é samba. Devemos nos unificar para continuar em alta”, diz o cantor.
E, para continuar em alta, o Pique Novo vem contando com uma ajuda especial: a da madrinha Leci Brandão, que gravou a música Lugares, principal hit do primeiro CD do grupo, em seu mais recente disco, A Filha da Dona Lecy. “Somos muito gratos à nossa madrinha, que tem divulgado o nome do grupo em todo o país”, diz Liomar. É esse país que o Pique Novo quer conquistar, depois de ter estourado no Rio. “O CD Pelas Ruas tocou em vários lugares do país, e São Paulo hoje nos recebe de braços abertos. Mas ainda buscamos uma consagração nacional, e esperamos que este CD faça jus a isso.”


Veja mais:


   Disco:  Ao Vivo 10 Anos
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Pique Novo perde Rogério Pique


Resenhas relacionadas:

  Ao Vivo Vol. 2
 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções