Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  O melhor dos melhores DVDs

Divulgação
Tina Turner e a capa do CD All the Best (à dir., acima), que motivou o lançamento do DVD The Live Collection

Por Marcos Paulo Bin
10/07/2005


Os DVDs musicais já deixaram de ser uma moda para tornaram-se quase uma obrigação na carreira do artista. Os formatos mais conhecidos ainda são o registro integral de um show, geralmente acompanhado de extras (entrevista, making of etc.), coletânea de clipes e documentário. Mas nos Estados Unidos, onde os vídeos musicais digitais são uma realidade desde os anos 90, começam a aparecer novas tendências.

Com vários DVDs lançados – oficiais ou não – e participações em muitos projetos de terceiros, Tina Turner está lançando All the Best – The Live Collection (EMI), um DVD com formato diferente do convencional. Trata-se, basicamente, de uma coletânea baseada nos três principais DVDs da cantora: Wildest Dreams (1996), One Last Time in Concert (2000) e Celebrate (2000).

Também há vídeos que permaneciam inéditos, um clipe e uma entrevista biográfica. Ou seja, All the Best faz jus ao nome não apenas trazendo os sucessos de Tina Turner, mas reunindo em um único DVD vários formatos comuns no mercado.

Turnês superproduzidas

All the Best – The Live Collection traz 25 músicas de Tina Turner, sendo 23 retiradas de shows, uma do especial Live on Parkinson (Open Arms) e um videoclipe (Cose Della Vita, com Eros Ramazzotti).

Os shows, gravados entre 1985 e 2000, mostram a grande performer que Tina Turner sempre foi, estivesse com 46 ou 61 anos. A linha não-cronológica seguida pelo DVD pode causar estranheza ao espectador, que a cada música vê a cantora com idade, forma física, vestes e vigor diferentes. Mas prova que nesses 15 anos seus shows nunca deixaram de ser grandes espetáculos, assistidos sempre por multidões entusiasmadas.

Na música Goldeneye, gravada em 96, durante a turnê Wildest Dreams, em Amsterdã, aparece o lado extravagante das superproduções. No palco, Tina Turner reproduz o clima do filme homônimo de James Bond, com muitos efeitos de luz e coreografias alusivas aos personagens da trama. Em What’s Love Got to Do with It, gravada 11 anos antes, os cenários eram mais simples, mas Tina estava muito mais à vontade no palco, chamando o público para participar.

Em 1996, já aos 57 anos, ela usava um minivestido que deixava de fora as belas pernas, como mostra o sensual número de Addicted to Love. Sensualidade que volta em In Your Wildest Dreams, também de 96, e em Private Dancer, de 2000.

Outros bons momentos do DVD são os duetos com um jovem Bryan Adams, em 1985, na música It’s Only Love, e com David Bowie, no mesmo ano, em Tonight. Vale destacar também os sets acústicos, em Let’s Stay Together e Whatever You Need, esta com um coral gospel; o hit We Don’t Need Another Hero e a seqüência contagiante de Nutbush City Limits, Better Be Good to Me e Proud Mary.

Cantora fala das novas músicas

Nos extras, além do clipe de Cose Della Vita, há os hits The Best e Paradise is Here. Em uma entrevista, Tina Turner fala da carreira, de músicas e momentos que marcaram sua vida e do CD All the Best, uma coletânea dupla editada pela EMI no final de 2004 que motivou o lançamento do DVD.

O disco de áudio é uma coleção de sucessos ainda mais generosa que o de vídeo. São 33 faixas, incluindo hits importantes que ficaram ausentes do DVD como I Don’t Wanna Lose You e Typical Male. Há também três músicas inéditas: Open Arms (presente no DVD), Complicated Disaster e Something Special.

Na entrevista, Tina fala com carinho das músicas novas. A cantora, que em 2000 anunciou a aposentadoria dos palcos, diz que se sente orgulhosa por poder lançar material novo com a mesma qualidade do antigo.

All the Best é muito especial porque não soa datado. Todas as músicas parecem novas, atuais. Elas representam parte da minha vida, do passado até agora. São músicas para todas as idades”, diz Tina Turner, sem esconder um certo saudosismo.


Veja mais:


  Confira o repertório do DVD


Resenhas relacionadas:

  All The Best

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções