Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Um indo e vindo infinito

www.acordosom.com.br
A Cor do Som em sua formação original, no final dos anos 70. Grupo volta à ativa e prepara DVD com antigos sucessos

Por Marcos Paulo Bin
04/07/2005


O pop – dos anos 80 – não poupa ninguém. A onda em torno da música feita na década, em especial o rock, tem feito a alegria de muitos empresários. No Rio de Janeiro, a festa Ploc Anos 80 “bomba” por onde quer que passe. No dia 8 de julho, uma edição especial do evento, no Circo Voador, vai ser gravada para virar um CD e DVD.

Os discos, que serão lançados pelo selo Performance Be Records em parceria com a Som Livre, terão participação de nomes do segundo escalão da época, hoje considerados “trash”: Eduardo Dusek, Rosana, Sylvinho Blau Blau (Absynto), Inimigos do Rei, Dr. Silvana, Luciano Nassyn (Trem da Alegria), Afonso Nigro (Dominó), Nico Resende, Avelar (João Penca & Seus Miquinhos Amestrados), Ricardo Graça Mello e Marcelo (do hit Abre Coração). O sucesso da Ploc já extrapolou o Rio e foi parar até em Natal.

Outra festa, de maior porte, também virou CD e DVD recentemente. A Geração Anos 80 – que tem percorrido grandes casas de show Brasil afora – foi registrada em disco pelo canal a cabo Multishow após uma apresentação de nomes como Leo Jaime e Ritchie, em São Paulo. Também na Terra da Garoa acontece o Projeto Autobahn, este desvinculado à música nacional feita há duas décadas.

No embalo do revival, muitas bandas extintas há anos estão voltando à ativa. Nos últimos meses, uma das primeiras a anunciar que estão “despendurando” as chuteiras foram As Mercenárias, grupo só de mulheres formado no underground paulista dos anos 80 por Rosália Munhoz (voz), Ana Machado (guitarra), Sandra Coutinho (baixo) e Lou (bateria). Antes desta última, Edgar Scandurra, guitarrista do Ira!, ocupava o posto de baterista da banda.

Após ter duas de suas antigas músicas incluídas na coletânea londrina The Sexual Life of the Savages, as meninas decidiram voltar com nova formação: Rosália e Sandra continuam, e no lugar de Ana e Lou entraram Georgia Branco e Pitchu Ferraz, respectivamente. As Mercenárias dos anos 2000 têm feitos shows em São Paulo (também há apresentações agendadas em Minas e convites para o exterior) e preparam um CD com regravações das antigas músicas – como Ação na Cidade, volta e meia incluída em coletâneas do rock oitentista – e mais algumas canções que passaram despercebidas pelo tempo.

Em entrevista ao site da MTV, Sandra disse que gosta da onda de revival dos anos 80.

“Não é uma coisa só brasileira, o Gang of Four está voltando. É mundial. Para além da música, que pode ser ótima, essas pessoas podem contribuir com uma carga de experiência genial para as novas gerações”, argumenta.

Graforréia Xilarmônica volta e prepara 3º CD

Depois das paulistas, os gaúchos. Parado oficialmente desde 2001, o grupo Graforréia Xilarmônica grava CD e DVD ao vivo nos dias 11 e 12 de julho, no Manara Bar, em Porto Alegre. O disco será produzido por Kassin e terá a participação de Marcelo Birck, guitarrista-fundador da Graforréia e co-autor da maioria das músicas da banda. Ele se juntará a Frank Jorge (baixo e voz), Carlo Pianta (guitarra e voz) e Alexandre Birck (bateria), todos da formação original.

A Graforréia Xilarmônica, que lançou apenas dois discos, ficou conhecida nos anos 80 por misturar irreverência, Jovem Guarda e música regional gaúcha. O novo trabalho, além de algumas inéditas, vai trazer os sucessos Eu e Nunca Diga, mais conhecidos da nova geração nas releituras feitas pelo grupo mineiro Pato Fu.

Por fim, pelo menos por enquanto, tem o grupo A Cor do Som, que reúne sua formação original – Mu Carvalho, Armandinho, Dadi, Ari Santos e Gustavo – para a gravação de um DVD com antigos sucessos e uma turnê nacional.

No Brasil, a onda de revivals segue com os shows em comemoração aos 40 anos da Jovem Guarda, livro com direito a trilha sonora, o retorno do grupo O Terço, o Acústico MTV do Ultraje a Rigor, o MTV Ao Vivo dos Titãs, o DVD de Guilherme Arantes e Flávio Venturini... Lá fora, tem a reunião do Pink Floyd, Queen e The Doors ressuscitados com vocalistas novos... A lista é longa. Como diria Lulu Santos, ícone do rock dos anos 80, é o indo e vindo infinito da vida.



Matérias relacionadas:

  Gravação do DVD Ploc 80’s celebra os artistas esquecidos da década perdida
  Festa Geração 80 reúne Léo Jaime, Leoni, Kid Vinil, Ritchie, Guilherme Isnard e Paulo Ricardo

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções