Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Contratações e crescimento na contramão do mercado

Divulgação
Melissa no momento da assinatura de contrato com a Line. A gravadora espera trazer mais dois grandes nomes ainda este ano

Por Marcos Paulo Bin
02/07/2005


Desde o início de 2005, a Line Records tem voltado sua política de contratações para a aposta em novos talentos. Recentemente, a gravadora lançou os primeiros discos de Edinaldo Silva e Élcio, vencedores de concursos de calouros; Marcelo Domingues, tecladista da Igreja Universal em São Paulo; e o jovem Moisés. A cantora Rebeca, também vencedora de um concurso, lança em breve seu primeiro trabalho. A gravadora ainda promoveu a estréia, no meio gospel, de dois artistas vindos do mercado secular: Gilson, que foi da boy band Twister, e Regis Danese, ex-Só pra Contrariar.

A contratação da cantora Melissa, em junho, mostra que a Line Records está voltando a investir em nomes consagrados do gospel nacional. Melissa iniciou sua carreira na Line, com o disco Razão de Viver, lançado em 1994 – apenas dois anos depois da criação da gravadora. Com o sucesso deste e dos álbuns seguintes – De Bem Com a Vida (1996), Heróis da Fé (1998) e Agindo Deus (2000) – ela acabou tornando-se uma das cantoras mais bem-sucedidas da música evangélica, acumulando respeito e hits.

“A Melissa é um dos grandes nomes da música gospel nacional. Para a Line Records está sendo muito importante o retorno dela à gravadora, que possui o maior número de CDs ao longo de sua discografia”, comemora o diretor comercial da Line, Maurício Soares.

Maurício afirma que a contratação de Melissa significa para a Line Records o início de um novo ciclo de contrações, que inclui a aquisição de pelo menos mais dois grandes nomes.

“Ainda no mês de julho, deveremos oficializar a contratação de novos artistas para integrar nosso cast. Eles se juntarão a um time muito forte formado por Mara Maravilha, Kim, Catedral, J. Neto, Jamily, Marcelo Nascimento, Isis Regina, Gisele Nascimento, Gerson Cardozo e outros”, afirma Maurício.

As negociações entre Line e Melissa levaram um ano. A cantora – que nos últimos anos passou pela Zekap e lançou um CD ao vivo independente – não vê sua contratação pela Line como uma volta no tempo, e sim como o início de um novo período em sua carreira.

“É como se fosse tudo novo. As pessoas mudaram, as perspectivas da gravadora são outras. Minha expectativa também é de uma começar uma nova fase”, diz Melissa.

A cantora já possui um disco pronto, previsto para chegar às lojas ainda em 2005. O repertório – que está à espera de aprovação por parte da presidência da gravadora – é de músicas inéditas, quase todas assinadas por Melissa. Apenas uma é de autoria de Adriana Marques.
“O disco está bem melhor que os anteriores, com muitas idéias boas. Tomara que seja aprovado”, espera Melissa, que sonha em lançar seu primeiro DVD.

Momento de profissionalização

A Line também está de olho em seu próprio cast. Para o segundo semestre de 2005, as apostas são os novos CDs de Mara Maravilha, Kim (vocalista do Catedral), J. Neto (interpretando somente músicas românticas), Marcelo Nascimento, Gisele Nascimento e Gerson Cardozo. Estréiam na gravadora Robson Nascimento e Raquel Mello, vocalista do grupo Kades Singers, em carreira solo.

A gravadora vem ampliando suas frentes de trabalho. Além de trabalhar com música religiosa, a Line possui dois selos para o mercado secular: Record Music, voltado para produtos relacionados à Rede Record de Televisão, e New Music, para os artistas populares. Symony é o segundo nome contratado pela New Music, que já tem em seu cast o Catedral.

Maurício Soares define este momento como de “grande profissionalização” da Line Records.

“A cada dia buscamos ampliar nossa participação no mercado. Apesar da recessão da indústria fonográfica, estamos com um crescimento acumulado de 16% e acreditamos que alcançaremos o patamar de 30% de crescimento em 2005”, afirma o diretor.



Matérias relacionadas:

  Line Records anuncia seus lançamentos para o 2º semestre de 2005
  Artistas da Line Records fazem balanço de 2004
  Line Records estréia selo de música secular com novo disco do Catedral
  Line Records valoriza seu catálogo na série Seleção de Ouro

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções