Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Homenagens a Ben Jor e Simonal

Divulgação/João Wainer
As releituras que Simoninha faz em MTV Apresenta são bem diferentes das gravações originais de Jorge Ben Jor. “Não queria que o DVD fosse um cover”, diz o cantor

Por Marcos Paulo Bin
24/06/2005


Quem vê o nome do mais recente projeto da Music Television, MTV Apresenta, tem a impressão de que a emissora musical está dando espaço a novos talentos da música brasileira. É mais ou menos isso. Iniciada em 2004, a série de DVDs privilegia artistas que não possuem grande mídia, embora tenham alguma (ou muita) experiência. Foram os casos de Seu Jorge, dos grupos Gram e Dead Fish e, agora, de Simoninha, que está lançando pela Trama MTV Apresenta Simoninha – Canta Jorge Ben Jor.

Embora tenha apenas três CDs lançados (Volume 2, Sambaland Club e Live Session at Trama Studios), Simoninha tem uma estrada longa. Filho de Wilson Simonal e irmão de Max de Castro, o cantor, compositor, instrumentista e produtor carioca mas criado em São Paulo já produziu discos do pai e shows de Jorge Ben Jor, de quem foi tecladista e tornou-se grande amigo.

A amizade com Ben Jor foi um dos motivos para Simoninha ter aceitado o convite da MTV para gravar o DVD. O músico vinha preparando seu quarto CD quando soube do interesse da emissora. A princípio ele recusou, pois vinha de um disco ao vivo e estava mais interessado em lançar o novo trabalho, que já tinha repertório definido. A mudança de idéia veio quando soube que, em vez de fazer novamente releituras de suas músicas, poderia trabalhar em cima de um projeto.

“A MTV não tem muito espaço para meu tipo de música, mas mesmo assim eles se interessam pelo meu trabalho e queriam fazer o disco. Eu não podia recusar, pois é um espaço que se abre para a música brasileira. E eles prometeram me dar uma força, ajudar na minha visibilidade. Quando sugeriram regravar Jorge Ben Jor, a primeira coisa que fiz foi ligar para ele e ver o que achava”, conta Simoninha, que só fechou o negócio depois de acordar com a Trama o lançamento de seu novo CD ainda este ano.

O cantor lembra que o amigo Ben Jor não só aprovou a gravação do DVD como ajudou na escolha do repertório. A intenção de Simoninha era fugir dos hits mais óbvios do homenageado, aqueles que o líder da Banda do Zé Pretinho está acostumado a mostrar nos shows. Esse propósito fica explícito logo na primeira faixa, Cowboy Jorge, música obscura gravada pelo autor em 1989, no disco Ben Jor.

Ao longo do DVD, Simoninha esbanja o suingue que herdou do pai, misturado a uma postura roqueira que ele desenvolveu, em canções pouco conhecidas para muitos, mas ótimas, como Agora Ninguém Chora Mais, Quem Cochicha o Rabo Espicha, Amante Amado, O Homem da Gravata Florida e Porque É Proibido Pisar na Grama.

As releituras são bastante originais, mais levadas para o samba e para o funk, pouco lembrando as gravações de Ben Jor.

“Não queria que o DVD fosse um cover de Jorge Ben Jor. Procurei imprimir minha personalidade, descartando as músicas que ele toca muito nos shows e privilegiando aquelas que eu nunca havia cantado”, conta Simoninha, que repete apenas uma música que já havia gravado de Ben Jor: Bebete Vãobora, registrada por ele em seu CD de estréia, Volume 2.

Influências do pai

Regravando Jorge Ben Jor, Simoninha também conseguiu uma forma de homenagear o pai. As duas músicas mais conhecidas do DVD, País Tropical e Zazueira (em pot-pourri com Santa Clara Clareou), foram grandes sucessos na voz de Simonal, que também gravou uma das músicas mais desconhecida do disco. Pinçada por Simoninha do LP Olhaí, Balândro... É Bufo no Birrolho Grinza!, Colecionador de Amigos – que vem em pot-pourri com Quem Mandou (Pé na Estrada) – foi dada por Ben Jor especialmente para Wilson Simonal e não figura em nenhum álbum do autor.

“Eu queria incluir uma música inédita no DVD, mas Colecionador de Amigos é praticamente inédita. Consegui mesclar músicas conhecidas e desconhecidas, chegando a um equilíbrio”, acredita Simoninha, que ouviu mais de 200 composições de Jorge Ben Jor para chegar às 13 faixas finais.

Ainda sobre o pai, Simoninha diz que não se incomoda com as comparações entre os dois. Ao contrário, ele admite semelhanças e até gosta que associem sua imagem à de Simonal, quando o assunto é música.

“Eu venho da escola do meu pai. A influência é clara, não escondo isso. E ainda somos parecidos, tanto fisicamente quanto na voz”, reconhece o cantor. “Durante 30 anos ninguém falou do meu pai, por causa daquela famigerada história de ser delator na época da ditadura, acusações que nunca foram provadas. Hoje, quando me comparam a ele de forma elogiosa, eu fico feliz, porque estão se lembrando da obra que ele deixou. Acho que, seguindo esse caminho que venho traçando, ainda terei muito a mostrar.”


Veja mais:


  Convidados do DVD vão de Toni Garrido a Rappin’ Hood
   Disco:  MTV Apresenta Simoninha – Canta Jorge Ben Jor
     Ficha técnica, faixas e compositores

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções