Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Tempero na medida certa

Divulgação
O senador, cantor e compositor Magno Malta (ao centro) com o grupo Tempero do Mundo e a presidente da MK Publicitá, Yvelise de Oliveira. Os pagodeiros preparam um disco de duetos

Por Marcos Paulo Bin
07/06/2005


Música e política dão samba? Sim, e também forró, música pentecostal, louvor & adoração, baladas e sertanejo. Só mesmo Magno Malta, senador da República, compositor e vocalista do grupo de pagode gospel Tempero do Mundo poderia cozinhar essa mistura musical sem passar do ponto.

Tudo isso está presente em Meu País, primeiro CD solo de Magno Malta pela MK Publicitá. O disco, na verdade, foi gravado pelo cantor capixaba em 2003 e lançado originalmente pela Graça Music. Ao assinar contrato com a MK, em novembro de 2004, o cantor cedeu à gravadora os direitos para relançar o álbum. A nova versão é a íntegra da anterior.

Meu País
é um disco musicalmente bastante eclético, que agrada a todos os gostos, e com letras de forte conotação político-social. Algo explícito já no título e também no projeto gráfico do CD, que explora as cores verde e amarela.

Muitas das 13 faixas do disco têm um cunho de protesto ou alerta contra os problemas e desigualdades do Brasil, mas sempre levando as questões para o lado espiritual, mostrando Deus como solução para as mazelas do país e do próprio ser humano. O caráter político e religioso de boa parte do CD lembra o trabalho do Bispo Marcelo Crivella, também senador.

“A idéia era fazer um CD que mostrasse a realidade e também a solução. É uma visão do que vive o país, falando de família, problemas sociais e o amor de Deus”, explica Magno Malta, no texto de divulgação do disco.

A faixa que melhor exemplifica a proposta de Magno Malta é Sara Nossa Terra, uma canção de louvor, gravada ao vivo, com versos como “Sara, Senhor, nosso povo / Sara, Senhor, nossa terra / (...) Sara minha família / Sara os meus inimigos / Sara essa terra que tanto precisa de Ti”.

Em Canção para o Meu País e Coragem, Brasil!, o cantor exalta a pátria-mãe, mostrando seu nacionalismo. Menino do Sinaleiro, gravada anteriormente por Lauriete, e Viva o Amor abordam questões sociais, especialmente as crianças de rua. Já Menina da Esquina, a única composição de Magno Malta no CD, fala de prostituição.

Regravação de Zezé di Camargo

Meu Mas País não é só política. O disco traz uma grande variação rítmica, com destaque para o pagode Você É Dez, um grande sucesso no Brasil inteiro, não só entre os evangélicos. Outros destaques do CD são o forró Poder de Deus, bem no estilo de Luiz Gonzaga; a pentecostal Ele Pode Tudo, de Rozeane Ribeiro; e o louvor O Quarto Homem.

A melhor faixa, no entanto, é Quem É Ele, canção melódica, pendendo para o sertanejo moderno, de ritmo suave, marcado presença certeira do saxofone. A letra é um primor, falando que a presença de Deus está em todos os cantos, desde o “vôo livre de um passarinho” até “os olhos da criança”. A última estrofe é de uma poesia ímpar: “Quem é ele? / A força maior do Universo / A trova que rima meus versos / Jesus Cristo Salvador / Filho de nosso Senhor”, diz a letra.

O autor dessa canção? Ninguém menos que o cantor e compositor sertanejo Zezé di Camargo, que a gravou com o parceiro Luciano em 1999, no mesmo disco que estourou o mega-sucesso Pare. Na época, Zezé – que costuma dizer “minha religião é a minha fé” – declarou em uma entrevista à revista “Shopping Music” que considerava esta a música mais bonita que compôs, e que ela não fora inspirada no seqüestro do irmão Wellington Camargo, que é evangélico.

Quem É Ele passa uma mensagem muito bonita, independentemente da religião. As pessoas têm uma imagem errônea de Deus, de que ele é um homem velhinho, de barba e cabelos brancos. Para mim, Deus está refletido em pequenos gestos como o olhar de uma criança e um abraço amigo. A canção fala exatamente disso”, disse o sertanejo.

Tempero do mundo prepara disco de duetos

Magno Malta e Zezé di Camargo são grandes amigos. Os dois já cantaram juntos no programa “Domingo Legal”, de Gugu Liberato, e também gravaram em dupla. O sertanejo participou do CD Tempero do Mundo e Amigos Cantam o Amor, que ainda teve presenças de Salgadinho, ex-vocalista do Katinguelê, e Netinho de Paula, ex-Negritude Júnior.

Agora Magno Malta está reeditando esse disco, mas com outras músicas e diferentes convidados. O cantor está selecionando repertório para o novo Tempero do Mundo e Amigos, que trará releituras em forma de samba para sucessos de artistas do cast da MK. Uma canção já está definida: Faça um Teste, de Marina de Oliveira.

O vocalista do Tempero do Mundo já pediu a Eyshila, Alda Célia e Kleber Lucas, entre outros, que dêem sugestões de músicas suas para o CD, que também terá, a princípio, sete faixas inéditas e participações especiais de Kleber, Alda, Marina, Cassiane e Aline Barros.


Veja mais:


  Confira a letra da música “Quem É Ele”
   Disco:  Meu País
     Ficha técnica, faixas e compositores

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções