Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  O novo exército de um homem só

Reprodução
A formação original do Charlie Brown Jr. na capa de seu 1º CD. O guitarrista Thiago Castanho (de boné) gravou outros 2 discos com a banda, saiu e agora está de volta

Por Marcos Paulo Bin
24/05/2005


A notícia, em março, de que o Charlie Brown Jr. estava saindo de férias causou estranheza nos fãs e na mídia. Afinal, no fim de 2004 o grupo santista havia lançado um novo CD, Tamo Aí na Atividade, e também um DVD. Alguma coisa estava errada, e a primeira suspeita foi de que havia chegado o fim do CBJ. Fato veementemente negado pela banda.

A verdade veio à tona dois meses depois, dando conta de que os boatos não eram tão falsos assim. O Charlie Brown Jr. não acabou, mas três dos quatro integrantes da banda anunciaram que estavam deixando o barco. Em nota no site oficial do CBJ, no dia 13 de maio, o guitarrista Marcão, o baixista Champignon e o baterista Pelado – que estavam na banda desde o primeiro CD, Transpiração Contínua Prolongada (1997) – disseram estar saindo por “divergências de idéias profissionais”. Eles não comentam se a briga é com Chorão, mas deixam subentendido no recado final.

“Desejamos sorte ao Chorão na sua nova empreitada”, diz o trio, cogitando a possibilidade de fazer outros trabalhos juntos.

Uma hipótese que, por hora, não se cumpriu. De acordo com o site da Rádio Cidade, do Rio, Champignon convidou Marcão e Pelado para formar a banda Os Revolucionários, mas eles não aceitaram. No lugar deles, o ex-baixista do CBJ convocou o guitarrista André e o baterista Pablo. Nos Revolucionários, além de tocar baixo, Champignon será cantor e compositor. Ainda segundo o site, Champignon já possui várias músicas prontas e o CD da banda deve ser lançado em 2006.

Thiago Castanho volta ao CBJ

Chorão, por sua vez, diz ter ficado triste com a saída dos três músicos. Em outra nota no site oficial do Charlie Brown Jr., o cantor reafirma que não mandou os companheiros embora e também deseja sorte ao trio.

“Junto deles compartilhei algumas tristezas e derrotas, mas muitas mais foram as alegrias e vitórias e isso tenho a certeza de que nunca vou esquecer”, diz Chorão, pedindo aos fãs para que tenham paciência com os novos integrantes do CBJ, pois eles “têm muito talento e esperaram a vida inteira por uma oportunidade como essa”.

Pelo menos um dos novos integrantes é bastante conhecido dos fãs: o guitarrista Thiago Castanho, que formava o quinteto inicial com Chorão, Marcão, Champignon e Pelado. Com o grupo, Thiago gravou os discos Transpiração Contínua Prolongada, Preço Curto, Prazo Longo (1999) e Nadando com os Tubarões (2000). Em 2001, ele entrou para a banda santista Aliados 13, de sonoridade semelhante ao CBJ, e lá permaneceu até 2003. Ultimamente, vinha acompanhando o Ira! na turnê do disco Acústico MTV.

Os outros dois novos integrantes do Charlie Brown Jr. também são de Santos e amigos de Chorão: o baixista Heitor e o baterista Pinguim.

“Eles são guerreiros e têm muito talento”, elogia o cantor.

Novo grupo é apresentado na TV

Essa mudança um tanto brusca nos rumos do Charlie Brown Jr. não deixa de ser no mínimo curiosa. No mais recente DVD da banda, Na Estrada, de 2004, Chorão aparece fazendo shows e brincando com os demais companheiros. No disco, ele dá a seguinte afirmação: “Não foi a TV que fez o que a gente é”, referindo-se ao fato de a banda ter passado anos no anonimato até estourar, sem a ajuda da mídia.

No entanto, foi justamente na TV, e no programa “Domingão do Faustão”, que Chorão apresentou o novo Charlie Brown Jr. A banda foi ao programa global poucas horas antes de seu primeiro show com a atual formação, em São Paulo. Humilde, o vocalista marrento disse que não vive sem música e cantou Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores, de Geraldo Vandré, música que, segundo ele, reflete o momento da banda.

Antes de ir embora, Chorão cometeu uma gafe. Ao se despedir, ele agradeceu aos fãs que o apoiaram desde que decidiu “seguir sozinho com o Charlie Brown Jr.”. O cantor tentou se redimir no programa e depois, em nota no site comentando como foi o show, dizendo que agora os novos integrantes “são o Charlie Brown Jr. até o caroço”.

Mas pela forma como a banda acabou (todo mundo saiu, menos o vocalista), por essas palavras na TV e pelo site da banda – que está sendo reconstruído, mas traz na home page apenas a foto de Chorão – parece que o CBJ caminha para ser uma banda de um integrante só, como os Engenheiros do Hawaii ou o Simply Red. E quem estiver com ele vai continuar caminhando, cantando e seguindo a canção.



Matérias relacionadas:

  Com novo CD e DVD nas lojas, Charlie Brown Jr. anuncia separação
  Charlie Brown Jr. lança acústico e grava 3º DVD no Rio
  O papo reto do Charlie Brown Jr.

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções