Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Um som diferente mas com a mesma qualidade

Divulgação/Jerome Saint Rose
O Shaaman credita ao amadurecimento as mudanças em seu 2º CD, Reason. “Nossa idéia é melhorar sempre e fazer um som com pegada, algo tipo Alice Cooper”, diz o baterista Ricardo Confessori

Por Jailson Roque
26/04/2005

Dentro do mundo da música, é normal que bandas mudem de estilo. Os brasileiros do Shaaman, que acrescentaram mais uma letra “A” em sua grafia, são um ótimo exemplo desse tipo de mudança.

Em Reason (Deckdisc), segundo álbum de estúdio do quarteto formado por André Matos (voz e teclados), Hugo Mariutti (guitarra), Luis Mariutti (baixo) e Ricardo Confessori (bateria), o Shamman se mostra mais encorpado. A banda reaparece na cena roqueira mundial com um som mais pesado e raivoso, com muita consciência, diferentemente do estilo progmetal mostrado em Ritual, seu último e cultuado disco.

Para o baterista Ricardo Confessori, as mudanças se devem ao amadurecimento natural da banda e à tendência que os integrantes têm de sempre melhorar. Segundo Confessori, o grande ideal do quarteto, que ele define apenas como uma banda de rock and roll, é conseguir fazer um som redondo, com harmonia e vocais perfeitos.

“Nossa idéia é melhorar sempre e fazer um som com pegada, algo tipo Alice Cooper”, diz o baterista.

Para o bem do Shaaman, o grupo continua contando com o poderosíssimo vocal de André Matos, um dos melhores do metal mundial. Para os fãs que preferiam o estilo mais melodioso do antigo Shaaman, uma má noticia: a banda está tão disposta a mudar de estilo que, durante os shows da turnê Reason 2005, eles não pretendem tocar músicas do Angra, grupo que lhes deu origem.

André Matos mostra por que é um dos melhores vocalistas de metal do mundo

O Shamman, que já está com a música Innocence estourada nas rádios de rock de todo o país, é uma banda bem democrática. Todos os componentes participam das composições.

“É um quebra-cabeças. Quando nos encontramos para os ensaios, cada um leva um CD e empresta para o outro, para que todos dêem dicas e melhorem as composições”, explica Confessori, que também ajuda com as guitarras.

Com lançamento previsto na Europa para maio, Reason é um trabalho que realmente reluz a sede de mudança dos músicos. André Matos rasga ainda mais seu vocal em algumas faixas, como na selvagem Trail of Tears, que deixa qualquer headbenger arrepiado. Acaba lembrando Bruce Dickinson, eterno vocalista do Iron Maiden.

O som está muito mais pesado, porém os fraseados inconfundíveis não mudaram totalmente, como pode se perceber ouvindo Born to Be, que conta com a introdução do bom teclado de André Matos e com um ótimo arranjo de violão.

O Shaaman mudou, mas seu trabalho continua impecável, mostrando que independentemente do estilo, o que mais vale dentro da musica é a qualidade do trabalho.


Veja mais:


   Disco:  Reason
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Shaaman leva a turnê de Reason ao Rio e excursiona pela América Latina

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções