Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  A arte de inovar e manter a essência

Marcos Paulo Bin
Em entrevista ao U.M., Jorge Vercilo disse que o CD Livre fechava um ciclo. Ele comprova isso com o novo disco, Signo de Ar, que tem sonoridade diferente dos anteriores

Por Marcos Paulo Bin
12/04/2005


Jorge Vercilo é um herói. Com uma ótima turnê na estrada – ele foi o vencedor do II Troféu U.M. por Melhor Show de MPB de 2004 – e no auge da carreira, o cantor e compositor carioca teria tudo para seguir o caminho mais fácil e rendoso da inevitável dobradinha CD/DVD ao vivo que assola o mercado fonográfico brasileiro. Mas o caminho escolhido foi outro. Vercilo superou todas as pressões, principalmente as da gravadora, e agora lança Signo de Ar (EMI), seu 6° álbum de estúdio.

O disco vem repleto de novidades. De cara, a tradição se mantém: são poucas faixas, apenas 10, todas inéditas e autorais. Porém, quando não compõe sozinho ou com o velho amigo Jota Maranhão (Delicadeza), Vercilo apresenta os novos parceiros. Os “novatos” na discografia do cantor são Ana Carolina (Ultra-Leve Amor, Abismo), Dudu Falcão (Ciclo, Melhor Lugar) e Nico Resende (Signo de Ar). Torcuato Mariano, diretor artístico de Elo e Leve, estréia como produtor e parceiro de Vercilo, em Mandala.

Música faz citação a Michael Jackson

À exceção da politizada e espiritualizada Boas-Novas – com forte levada de percussão, remetendo ao disco anterior, Livre – as letras continuam românticas. As melodias, no entanto, trazem mudanças consideráveis. Como o próprio Vercilo dissera em entrevista ao U.M., Livre fechou um ciclo, uma trinca de discos com sonoridade semelhante formada ainda por Leve (terceiro trabalho do cantor, responsável por seu estouro) e Elo.

A grande diferença de Signo de Ar, além do título maior, é o aumento na quantidade de recursos sonoros utilizados. O que mais se destaca é a eletrônica, com a qual Vercilo vinha flertando desde Leve.

O DJ Memê, que antes só fazia os remixes das faixas bônus, agora assina a produção ao lado de Torcuato Mariano. Músicas como Signo de Ar, verdadeiro batidão para as pistas, e a eletroacústica Você É Tudo têm as duas mãos de Memê.

Programações eletrônicas também aparecem nas outras faixas, porém de forma mais amena. Um exemplo é Ultra-Leve Amor, a 1ª faixa de trabalho. Conduzida pela harmônica de Milton Guedes, pela guitarra suingada do ótimo Zeppa e com uma sutil programação de bateria do DJ Memê, a música lembra bastante o sucesso Leve, tanto pelas rimas quanto pelo estilo pop-dançante. Uma outra faixa que se sobressai nessa linha é Mandala, que tem a mesma levada de bateria (inclusive com os inconfundíveis riffs iniciais) de Rock with You, de Michael Jackson.

No mais, as tradicionais baladas repletas de metáforas sobre o amor, com destaque para Olhos de Ísis, com versos de extrema beleza, remetendo a Fênix. Ainda nesse campo, vale citar também Delicadeza, com elaborado arranjo de cordas do mestre Jota Moraes, e Ciclo, que será tema da próxima novela da sete da Globo, “A Lua Me Disse”.

No final das contas, Signo de Ar não tem músicas de apelo comercial tão forte como Final Feliz, Que Nem Maré ou Monalisa, os hits da “trinca” que levaram seu autor ao estrelato. Mesmo assim, o Jorge Vercilo dos discos anteriores está aqui. Com uma nova banda no estúdio, repleta de músicos tarimbados como Chocolate, Armando Marçal (baterista e percussionista de Lulu Santos, respectivamente), Jorjão Barreto (ex-tecladista de Gilberto Gil, hoje na banda gospel Rota 33), Celso Fonseca (guitarra), Dunga (baixo), Jessé Sadoc, Zé Canuto e Marcelo Martins (metais), entre outros, Vercilo tem a sabedoria de inovar sem perder as características que lhe renderam tantos fãs. Um dom para poucos.


Veja mais:


   Disco:  Signo de Ar
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Jorge Vercilo anuncia aos fãs o disco de ouro por Signo de Ar
  Jorge Vercilo fala do CD Signo de Ar e anuncia DVD ao vivo para 2005
  Jorge Vercilo encerra a turnê de Livre, recusa disco ao vivo e já pensa no novo CD de inéditas
  Jorge Vercilo livre para curtir o sucesso

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções