Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  O “cello-rock” do Apocalyptica

Divlugação
O trio finlandês Apocalyptica faz heavy metal sem usar guitarras. “É só uma questão de colocar mais distorção nos cellos”, minimiza o músico Eicca

Por Marcos Paulo Bin
23/03/2005


Rock e música clássica sempre flertaram um com o outro. Em um de seus primeiros álbuns, em 1970, o Deep Purple gravou ao lado da Orquestra Filarmônica de Londres. Em 1999, o Metallica lançou um CD emblemático dessa fusão, o duplo S&M, no qual relia seus sucessos acompanhado da Orquestra Sinfônica de São Francisco. No ano seguinte, os alemães dos Scorpions fizeram o mesmo, lançando Moment of Glory, onde dividem a cena com a Orquestra Filarmônica de Berlim. Em 2003 foi a vez do Kiss, em Symphony – Alive IV, no qual a banda mascarada toca alguns de seus hits acompanhada da Orquestra Filarmônica de Melbourne. No Brasil, o sucesso da série Acústico MTV – em que as bandas, quase sempre, são acompanhadas por instrumentos como violas, violinos e violoncelos – é uma prova dessa tendência.

Hoje, no novo cenário do rock, onde o importante é misturar, algumas bandas dedicam-se a fazer um som pesado mas com toques de suavidade, seja pelos vocais líricos ou pelo uso de naipe de cordas. Dois nomes emblemáticos nesse gênero são os americanos do Evanescence e os finlandeses do Nightwish. Entretanto, ninguém faz essa mistura como o grupo Apocalyptica, coincidentemente também da Finlândia.

Lançando seu quinto CD, auto-intitulado, o Apocalyptica é formado por três violoncelistas: Paavo Lötjönen, Eicca Toppinen e Perttu Kivilaakso. Fãs de nomes tão distintos quanto o erudito Shostakovits e os roqueiros do Slayer, eles fazem um som autodenominado “cello-rock”. Sem usar guitarras, apenas distorcendo seus violoncelos, Lötjönen, Toppinen e Kivilaakso conseguem uma sonoridade pesada, que não fica devendo em nada às bandas “comuns” de heavy metal. Chega a ser impressionante a semelhança entre o som dos cellos e de guitarras.

“É só uma questão de colocar mais distorção nos cellos”, simplifica Eicca, em entrevista ao site europeu Total Rock. “Há realmente uma personalidade diferente em cada som, quando há um cello e uma guitarra distorcidos. As pessoas, quando escutam o som distorcido, sempre associam à guitarra, porque sempre foi assim. Mas acho que se você ouvir atentamente os dois, vai verificar que o cello tem mais força.”

O mais interessante é que a banda não usa instrumentos elétricos; os cellos são acústicos, tanto nas gravações quanto nos shows. Os outros instrumentos, quando utilizados (apenas baixo e bateria), são tocados por músicos convidados. Algumas vezes há participações vocais. O trio já se apresentou ao lado do Metallica e de Nina Hagen, entre outros.

Apocalyptica
, lançado no início de 2005, é o quinto CD da banda. A primeira faixa de trabalho, lançada como single em 2004, foi Bittersweet. Este ano, um novo single chegou às lojas do exterior, com as faixas Quutamo, En Vie e duas extras: Wie Wait e How Far, ambas com os vocais de Marta Jandová. O disco também trazia uma faixa multimídia.

O próximo lançamento do Apocalyptica é o terceiro single do álbum, que traz como novidades uma versão instrumental para a faixa Life Burns e versões demonstrativas de duas músicas que não estão no CD: Deep Down Ascend e Kellot.


Conheça no link a seguir a biografia do Apocalyptica e leia a crítica de seu novo CD.


Veja mais:


  Trio lança quinto e mais ousado CD
   Disco:  Apocalyptica
     Ficha técnica, faixas e compositores

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções