Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Corrida santa

Divulgação
Samuel Modesto, coordenador do Troféu Talento, diz que o evento não deve ser visto como um espaço para competição. “O mais importante é louvar ao Senhor”, afirma

Por Marcos Paulo Bin
25/02/2005


Ainda falta mais de um ano para as eleições de 2006, mas todos os dias a caixa de e-mails do U.M. fica lotada de pedidos de votos. E não são candidatos a presidente, governador, deputado ou senador. São gravadoras, assessorias de imprensa e artistas independentes implorando um voto no Troféu Talento, maior premiação da música evangélica brasileira. Uma verdadeira “corrida santa” rumo à vitória.

A 10ª edição do Troféu Talento, que é promovido pela Rede Aleluia – braço radiofônico da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) – acontece nos dias 15 e 17 de março, em São Paulo. O dia 15 é reservado para as categorias mais técnicas e aquelas com menor visibilidade. As principais disputas, como Melhor Cantor e Cantora, CD, DVD e Música do Ano – acontecem no dia 17, em um grande evento no Credicard Hall, com venda de ingressos.

Sem favorecimentos

Os artistas envolvidos na disputa são indicados pela gravadora ou por si mesmos, no caso dos independentes. Eles passam por uma primeira avaliação, que envolve uma pesquisa de campo junto a igrejas, lojistas, representantes comerciais e outros. Essa pesquisa é analisada pela equipe do Troféu Talento, que então escolhe os finalistas para serem submetidos à votação popular, pelo site www.trofeutalento.com.br. O prazo para a escolha do público vai até 13 de março.

“Todo material lançado no ano imediatamente anterior à realização do prêmio tem direito a participar”, explica Samuel Modesto, coordenador do Troféu Talento. “O evento é importante para premiar o que há de melhor na música cristã nacional, não como uma competição, mas como valorização dos talentos que provêm de Deus. O mais importante é louvar ao Senhor, pregar Sua Palavra. Ao vencedor não fica o orgulho ou a vaidade, pois todos são profissionais e capazes, mas a responsabilidade de fazer ainda mais para Deus.”

Na prática, entretanto, nem sempre prevalece o espírito do “importante é competir”. Em eventos anteriores, os artistas não esconderam o entusiasmo ou a decepção com o resultado. Este ano, pela internet, algumas gravadoras ou assessorias parecem estar levando a disputa a sério demais, enviando mensagens do tipo “o prêmio é muito importante para nós”, “contamos com você”, “coloque os melhores no topo” etc.

Para o Troféu Talento, pelo menos, esse frisson tem sido positivo.

“Durante praticamente 45 dias, o assunto é Troféu Talento. É exatamente isto que desejamos: que todos falem, pensem e visualizem seus projetos sendo premiados. Queremos que o Troféu se torne um símbolo de qualidade musical”, diz Samuel, que também não vê problemas no uso da internet como forma de atrair a atenção do público. “Com o pedido do voto, o artista está divulgando seu trabalho e lutando contra a pirataria, que vem crescendo assustadoramente no mercado fonográfico. Também desejamos que todos os indicados tenham a visão espiritual do evento, pois ela é a base.”

O coordenador do Troféu Talento aproveita para rejeitar as críticas de um possível favorecimento, nas votações, à Line Records, gravadora do grupo da Rede Aleluia.

“A Line Records é uma gravadora que sempre acreditou no Troféu Talento, mas garanto que é tratada como todas as demais. Ano passado, por exemplo, foram 29 categorias, e a Line ganhou oito prêmios por merecimento”, afirma Samuel. “O Troféu Talento é extremamente independente. Nem a Line Records nem qualquer outra gravadora influencia nas decisões. Prova disso é a aceitação ano após ano por parte das gravadoras e dos artistas independentes, que percebem a transparência e a seriedade do prêmio. Ele não está vinculado ou atrelado a nenhum tipo de interesse, a não ser divulgar e valorizar a música cristã.”

De acordo com o site do Troféu Talento, para a edição 2005 foi montado um processo de auditoria diária que detecta e desconsidera os votos de internautas que tentam burlar o sistema.


Veja mais:


  Soraya Moraes é recordista de indicações


Matérias relacionadas:

  Soraya Moraes é a grande vencedora do 10° Troféu Talento
  Diante do Trono e Catedral são os destaques do Troféu Talento 2004
  Jamily é o destaque do Troféu Talento

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções