Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Com os olhos em 2005

No palco do Canecão, durante a passagem de som, o grupo Los Hermanos recebeu o I Troféu U.M. por Ventura, considerado o “Melhor CD de Pop-rock de 2003”
Galeria de fotos

Por Marcos Paulo Bin
12/12/2004

O incidente com o Charlie Brown Jr., no meio do ano, foi apenas uma gota se comparado ao oceano de conquistas do Los Hermanos ao longo de 2004. Na verdade, desde que lançou o ótimo Ventura, ano passado, a banda formada por Marcelo Camelo (voz e guitarra), Rodrigo Amarante (voz e guitarra), Bruno Medina (teclados) e Rodrigo Barba (bateria) não pára de colecionar vitórias: a turnê rendeu mais de 120 apresentações em diversas cidades brasileiras – muitas onde eles nunca haviam tocado – e em Portugal, o fã-clube do grupo aumentou consideravelmente e eles se firmaram como um dos maiores nomes do cenário roqueiro do país.

Os Hermanos encerraram a turnê de Ventura com três shows no Canecão, no Rio, nos dias 10, 11 e 12 de dezembro. No dia 10, durante a passagem de som, o grupo recebeu o I Troféu U.M. como autor do “Melhor Disco de Pop-rock de 2003”, por Ventura. Rodrigo Amarante mostrou-se feliz por terminar uma turnê tão vitoriosa recebendo um prêmio pelo CD, embora mais tarde, no show, não escondesse uma ponta de tristeza pelo fim desse ciclo.

Já para Rodrigo Barba tudo era motivo de alegria.

“Esses três dias são de festa. É para chamar a família, os amigos, para acabar bonito. Todos os ingressos estão vendidos, o que fecha muito bem essa ótima turnê”, disse Barba, lembrando o sucesso nos palcos. “Tocamos em tudo que é lugar, até em Macapá, sempre com ingressos esgotados. Em muitas cidades por onde passamos, tivemos que fazer shows extras.”

Para Marcelo Camelo, o ano também foi de vitórias. E, no caso dele, por dois motivos: além das conquistas com a banda, seu lado compositor se consolidou, com o sucesso da música Cara Valente, gravada por Maria Rita, junto com duas outras músicas dele, em seu CD de estréia.

“Foi um ano bom em todos os sentidos. Acho que tudo isso apenas soma para o nosso crescimento”, filosofou Camelo.

Novo CD será composto em um sítio

Encerrada a turnê de Ventura, os Hermanos já pensam em seu quarto CD. O processo de criação será o mesmo dos dois últimos álbuns: agora a banda tira férias, e em meados de fevereiro se tranca em um sítio, onde deve ficar durante dois meses preparando o repertório. Algumas canções até já estariam prontas.

Enquanto o novo CD não chega, os fãs – que são muitos e fiéis – não precisam se sentir órfãos. Em janeiro, o grupo lança seu primeiro DVD, Los Hermanos Ao Vivo no Cine Íris, gravado em junho pelo cineasta Eduardo Valente no antigo cinema pornô do Centro do Rio, que nos fins de semana promove festas alternativas.

Algumas cenas do documentário Além do Que Se Vê, dirigido por Caíto Mainier e Felipe Abrahão e incluído nos extras, foram exibidos, pela primeira vez, antes dos shows do Canecão, deixando a platéia em transe. Definitivamente, a letra do maior sucesso de Ventura, a música O Vencedor – que diz “Eu que já não sou assim / Muito de ganhar” – não se aplica à banda.


Veja mais:


  Los Hermanos e fãs: um caso para Juba e Lula






Matérias relacionadas:

  Los Hermanos cada vez mais longe do pop no CD 4
  Los Hermanos lançam Ventura no Canecão

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções