Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Eles não dormem na praça

Divulgação
Bruno & Marrone no palco do Olympia, onde gravaram em maio seu 2° DVD. Lançado em junho, em cinco meses o disco audiovisual alcançou a impressionante marca de 120 mil cópias vendidas

Por Marcos Paulo Bin
20/11/2004

Bruno & Marrone, ao lado de Leonardo, são os maiores fenômenos da música brasileira em 2004. Com quase 20 anos de estrada e mais de 6 milhões de discos vendidos no currículo, os amigos goianos só estouraram mesmo em 2000, quando regravaram a música Dormi na Praça no CD Acústico, lançado pela finada Abril Music (a música, na verdade, aparece no primeiro disco da dupla, Bruno & Marrone Vol. 1). No ano seguinte, a registraram novamente em Acústico Ao Vivo, ampliando o sucesso.

Desde então eles são nomes certos em todas as paradas de sucesso. Mas este ano vivem um novo ciclo de sucesso. Há dois anos na BMG – por onde lançaram os CDs Sonhos, Planos, Fantasias (2002) e Inevitável (2003) – os dois reuniram os sucessos desses álbuns, mais algumas novidades, no DVD Bruno & Marrone Ao Vivo, lançado em junho. Em cinco meses, o disco chegou à casa de 120 mil cópias vendidas, marca excelente dado o momento ruim da indústria fonográfica e o preço alto de um DVD.

Mas não pára por aí. Em outubro saiu a versão em CD do show gravado no Olympia, em São Paulo. Em um mês, o disco chegou à marca espantosa de 300 mil cópias. No mais recente relatório do instituto de pesquisa Nopem, entre os dias 11 e 17 de novembro o CD Bruno & Marrone Ao Vivo era o mais vendido na capital paulista, marca que se mantém há três semanas.

No mesmo período, a liderança na parada de DVDs na Terra da Garoa também era de Bruno & Marrone. Há 25 semanas na parada, o disco audiovisual, o segundo da dupla, repetiu a performance dos sete dias anteriores. A primeira faixa de trabalho, Te Amar Foi Ilusão, já estourou nas rádios Brasil afora.

Bruno, voz principal da dupla, não considera que 2004 represente um novo estouro para ele e o amigo. O cantor prefere definir este momento como de consolidação.

“Em 2001 ficamos conhecidos em nível nacional, e conseguimos manter esse sucesso”, diz Bruno, que não se incomoda com o fato de ter ficado conhecido apenas nesta década, depois de tantos anos de trabalho. “Temos a certeza de que o nosso sucesso não é e nunca foi tardio. Precisávamos passar por tudo que passamos para amadurecer e poder encarar com profissionalismo estar no primeiro escalão da música sertaneja.”

Os longos anos de estrada são vistos por Bruno como o grande motivo para a dupla administrar bem o tamanho sucesso dos anos 2000. Um sucesso que, segundo ele, não está na mídia ou na sorte, mas no contato com o público.

“Esperamos 15 anos para nos tornarmos conhecidos em todo Brasil. Esse tempo foi fundamental para adquirimos maturidade, e até olharmos os erros de outros artistas”, explica o cantor. “Em virtude de passarmos muito tempo na estrada e cantando em bares, temos a vantagem de acertar na escolha do repertório. Isso é a sintonia que temos com nosso público, que aumenta a cada dia. Devemos muito às rádios, que tocam bastante a nossa música, e sorte... Digamos que poderíamos trocar essa palavra por trabalho árduo. Mídia só te dá espaço quando você já conquistou.”

“O gado só engorda com os olhos do dono”

Desde que foram contratados pela BMG, após a falência da Abril, Bruno & Marrone não pararam de vender discos. O último CD deles pela Abril, Sonhos, Planos, Fantasias, foi relançado pela BMG com uma faixa a mais, Ligação Urbana, que se tornou um mega-hit. O primeiro disco totalmente gravado na multinacional, Inevitável, lançado ano passado, já está na casa das 900 mil cópias, com toda a pinta de que não vai demorar para chegar à marca de 1 milhão.

Os números deram credibilidade a Bruno & Marrone perante a BMG. Enquanto as multinacionais dispensam artistas ou fazem aqueles contratos “para ver como fica” – de um só disco, que, se vender bem, permitirá a renovação – a dupla assinou com a gravadora até 2008. O contrato prevê mais quatro CDs e dois DVDs.

Bruno se mostra feliz na atual casa, mas não abre mão de, ao lado de Marrone, acompanhar de perto tudo o que envolve a carreira dos dois.

“Participamos de tudo que se refere a nossa carreira, desde a escolha do repertório até a estratégia de marketing para o lançamento. Temos a filosofia de que o gado só engorda com os olhos do dono. Por isso, tomamos todos os cuidados para que nada seja feito sem o nosso aval”, diz Bruno. Com eles, dormir na praça, mesmo, só na música.


Veja mais:


  Dupla regrava Chitãozinho & Xororó e Gonzaguinha
   Disco:  Bruno & Marrone Ao Vivo
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Fenômeno de vendas, Bruno & Marrone renovam contrato com a BMG


Resenhas relacionadas:

  Meu Presente É Você
  Ao Vivo

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções