Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Dança e música para todas as idades e religiões

Divulgação
Rogério Vieira (à esq.) produziu Geração de Apaixonados, mais recente CD da igreja dirigida pelo pastor Marco Antônio

Por Marcos Paulo Bin
06/11/2004

A Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul (mais conhecida como Comunidade da Zona Sul) é o maior grupo de louvor congregacional do país, ao lado do Diante do Trono, da Comunidade Batista da Lagoinha. São 13 anos de história, sete discos gravados e muitos sucessos, como Ventos de Avivamento, Incomparável e Casa de Deus. Mas o principal deles é Rompendo em Fé, canção que, como o nome sugere, realmente rompeu as barreiras da Comunidade e se tornou presença certa no repertório dos grupos de louvor das igrejas evangélicas e até mesmo das católicas.

Mas nem só de música vive a congregação sediada no bairro carioca do Flamengo e ramificada por outros cantos do Rio e do mundo. A Comunidade da Zona Sul possui também um grupo de coreografia chamado Mudança, que no dia 12 de novembro apresenta o espetáculo “Sede” na igreja do Flamengo. Inspirado no Salmo 63, o grupo existe há 10 anos e é subdividido em três: Mudança, Mudança Teen e Mudança Kids.

Para a apresentação do dia 12, a promessa é misturar música e dança, atraindo pessoas de todas as idades, evangélicas ou não.

“Acho esse tema atual. Todos têm sentido sede de ser usados por Deus, de ter mais unção, de conhecer a Deus melhor. Todos têm sede de Deus”, diz a líder do grupo, Alcina Villar, no texto de divulgação do espetáculo.

O Mudança tem tradição em montar e participar de eventos sobre dança. Suas últimas apresentações, “Por Que Dançar?” e “O Que Somos?”, aconteceram no Teatro Sesi, no Centro do Rio de Janeiro. O grupo também oferece aulas de dança sob a coordenação de Alcina Villar.

Novo disco sem prazo de lançamento

A Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul surgiu em 1991, a partir da antiga Comunidade Evangélica do Rio de Janeiro. A igreja tornou-se conhecida por suas músicas baseadas nas pregações do pastor Marco Antônio Peixoto, líder da congregação, e pelas pregações em eventos como shows seculares, reveillon e carnaval. Entre os membros “ilustres” da sede estão Aline Barros e seu marido, o jogador de futebol Gilmar, e o produtor musical Rogério Vieira, o Rogerinho.

Neste dia 6 de novembro, a Comunidade, que tem filiais espalhadas por Suíça, Alemanha, Itália e Estados Unidos, reinaugura uma unidade no Rio, a da Barra da Tijuca. O evento contará com apresentações de Aline Barros, do Grupo Ellas e do grupo de louvor da igreja-mãe. As outras igrejas no Rio são em Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, e em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Em setembro, a Comunidade da Zona Sul fez uma grande festa em sua sede para comemorar os 13 anos de vida. A grande atração do encontro foi Aline Barros, que havia acabado de ganhar o Grammy Latino. Também estavam escaladas Cassiane e Fernanda Brum.

Um mês antes, a igreja gravou seu quinto CD pela MK Publicitá, ao vivo, no Flamengo. O disco já tem título definido, Geração de Apaixonados – mesmo nome de uma das 13 faixas – mas não tem data de lançamento prevista. A expectativa é de que ele chegue às lojas ainda este ano.

As imagens registradas no Flamengo farão parte do primeiro DVD da Comunidade da Zona Sul. Segundo a assessoria de imprensa da igreja, mesmo sem o CD ter saído, o repertório – que, além da faixa-título, traz músicas como Basta Uma Palavra, Eu Quero Mais de Ti, É Hoje, Vou Me Derreter e Minha Maior Ambição – já são conhecidas nas filiais estrangeiras.

Mas o que promete ser a sensação do disco é a regravação de Rompendo em Fé. Desta vez a canção virá com arranjos pop-rock, seguindo a tendência que o produtor Rogerinho – que também trabalhou no álbum anterior do grupo, Restituição – imprimiu em quase todo o CD. A idéia da releitura foi do pastor Marco Antônio Peixoto, co-autor da música com os pastores Edson e Ana Feitosa, objetivando alcançar uma nova geração.

A gravação de Geração de Apaixonados seguiu os moldes do disco Som de Adoradores, de Aline Barros, que aconteceu no mesmo local um mês depois. O processo foi dividido em três etapas, com o salão da igreja se transformando em um estúdio. Na primeira parte, os instrumentistas fizeram as bases; na segunda, foram gravados o coral e os backing vocals; e, na terceira, foi registrada a participação do público. Mais de 2.500 pessoas estiveram presentes.

“Esse tipo de gravação é uma tendência no exterior”, disse Rogerinho, na época em que produziu o CD de Aline.


Veja mais:


  Confira os eventos e serviços da Comunidade da Zona Sul


Matérias relacionadas:

  Comunidade da Zona Sul reúne multidão em gravação de DVD


Resenhas relacionadas:

  Geração de Apaixonados – Ao Vivo
  Restituição – Ao Vivo

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções