Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Dúvidas e incertezas marcam a volta do Barão Vermelho

Arquivo U.M.
Frejat em show da carreira solo. Depois de se apresentar muitas vezes somente ao violão, o cantor mudou de idéia quanto ao Acústico MTV. “Acho que nós poderíamos fazer um belo acústico”, afirma

Por Marcos Paulo Bin
04/11/2004

Em 2003, no último show que fez no Rio divulgando seu segundo disco solo, Sobre Nós 2 E O Resto do Mundo, Frejat avisou que voltaria para o Barão Vermelho, mas deixou claro que em breve ele (sozinho) e o público se veriam novamente. Passado mais de um ano, chegou o momento do reencontro do Barão, parado desde 2001. No entanto, em coletiva realizada no Rio, em que o grupo anunciou o lançamento de Barão Vermelho (Warner), seu 14° disco, o vocalista, na presença dos demais companheiros (o guitarrista Fernando Magalhães, o baixista Rodrigo Santos, o baterista Guto Goffi e o percussionista Peninha), endossou tudo o que dissera naquele show.

“Não temos prazo definido para ficarmos juntos. Estaremos na estrada enquanto for prazeroso para nós. A volta do Barão não significa que minha carreira solo tenha acabado. Só não posso fazer as duas coisas junto”, disse Frejat, afirmando que todos do grupo irão parar com suas atividades paralelas.

Mas não é bem assim. O próprio cantor revelou que prepara a trilha sonora do filme “Mais Uma Vez Amor”, adaptação da peça homônima. O baterista Guto Goffi tem uma loja de instrumentos musicais no Rio, o percussionista Peninha tem uma banda, chamada Gungala, e o guitarrista Fernando Magalhães toca o selo T-Rec, que montou ao lado de Roberto Ly e Marcelo Guapyassú.

Contradições e dúvidas sobre o futuro marcam a volta do Barão Vermelho. Ao longo da entrevista, o grupo deixou isso claro em várias outras declarações, principalmente as de Frejat, que monopolizou as respostas. Ao ser perguntando sobre o que une, hoje, os integrantes do Barão, o cantor voltou a falar na palavra prazer. Segundo ele, o grupo só ficará junto enquanto se divertir e gostar do que faz.

“A gente não tinha isso quando parou. Nunca paramos por causa de brigas, sempre gostamos um do outro. Mas hoje temos a certeza de que só temos que ficar juntos se houver uma sintonia entre nós e uma demanda pelo nosso trabalho”, disse o cantor, que também não faz previsões sobre a duração da atual turnê. “Não sei dizer quanto tempo ela levará. Só sei que não queremos encher o saco das pessoas, tocar cinco vezes no Rio, por exemplo.”

Mas a principal demonstração das incertezas quanto à vida do Barão Vermelho foi dada por Frejat ao ser perguntado sobre o contrato com a gravadora Warner:

“Temos mais um disco previsto em contrato, o que não significa que iremos fazê-lo”, afirmou o cantor, com um sorriso no canto da boca.

Grupo pode gravar um Acústico MTV

Ao dar a declaração acima, Frejat explicou que o contrato com a gravadora não prevê discos ao vivo. Isso que reforça a possibilidade de que o próximo disco do Barão Vermelho, se houver, será um Acústico MTV, algo que o grupo já namora há algum tempo com a emissora.

Frejat lembrou que o Barão chegou a gravar um unplugged, que não foi lançado. Por causa disso, e porque o grupo não queria um álbum no estilo banquinho-e-violão, em 1999 eles gravaram o ótimo Balada MTV, uma espécie de semiacústico. Dentro da emissora, o projeto não foi à frente, mas acabou sendo o embrião do MTV Ao Vivo, uma alternativa para as bandas que não querem se desplugar.

Mas o cantor diz que, depois de dois discos solo, mudou de opinião quanto ao formato. E dá toda a dica de que poderá vir por aí um Acústico MTV Barão Vermelho.

“O Balada MTV era o máximo de acústico que eu imaginava que a gente poderia fazer. Mas hoje, depois de ter feito tantos shows com voz-e-violão e descobrir que isso é uma arte, acho que nós poderíamos fazer um belo acústico. Mas não é para agora”, despista Frejat, que mais à frente, com exclusividade para o U.M., afirmou que já recebeu convites da emissora.

Outro tipo de disco que não está previsto no contrato da banda é o audiovisual. E, como o Barão não tem um DVD, este é um dos planos da banda para esta volta, independentemente do que tempo que dure. Duas tentativas estão momentaneamente descartadas: lançar em DVD um show do disco Carne Crua (94), que fora lançado em VHS; e o Rock in Rio 3, em 2001, última apresentação do grupo antes de anunciar o recesso. As opções mais prováveis, então, passam a ser Balada MTV e a atual turnê.

Balada é um belo disco, mas acho que, neste momento, não é uma referência do nosso som. Aquele foi um show fechado em um estúdio todo branco, para 150 pessoas. Creio que é um DVD para ser lançado no futuro. Esta turnê atual pode gerar um belo DVD, o que pode vir mais para a frente”, diz Frejat, mais uma vez usando expressões que indicam possibilidade. Parece que pouca coisa do Barão Vermelho, além de sua história, é definitiva.


Veja mais:


  Grupo retoma origem roqueira
   Disco:  Barão Vermelho
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Barão Vermelho aposta na simplicidade na gravação do CD/DVD MTV Ao Vivo
  Em meio a especulações, Barão Vermelho prepara DVD e anuncia participação na série MTV ao Vivo
  Barão Vermelho lembra sucessos e mostra entrosamento em seu retorno aos palcos

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções