Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Novo Som mais baladeiro no primeiro disco sem Lenilton

Divulgação/Arte: U.M.
Geraldo, Alex e Mito decidiram investir nas baladas e no romantismo em seu 1º CD sem Lenilton. A sonoridade do Novo Som está um pouco diferente em relação aos trabalhos anteriores

Por Marcos Paulo Bin
05/07/2004

No disco Herói dos Heróis, gravado pelo Novo Som em 2000, em sua estréia na MK Publicitá, somente uma das 11 faixas não era composta por integrantes da banda (cerca de 9,1% do repertório). No trabalho seguinte, Um Dia A Mais, de 2002, das 10 músicas registradas, duas eram de terceiros (ou, em números, 20%). Já em seu mais novo CD, o recém-lançado Vale A Pena Sonhar, a história sofreu um giro de quase 180 graus: das 13 faixas, apenas três são de integrantes do Novo Som. Ou seja, um grupo que, em mais de 20 anos de carreira, sempre teve o costume de privilegiar seu próprio repertório - embora, eles alegassem, isso não fosse obrigatório, mas, de fato, mais conveniente, até mesmo pela questão dos direitos autorais - agora delega a outros compositores praticamente 80% das músicas de seu disco.

O motivo para isso já é conhecido para os milhões de fãs do Novo Som pelo Brasil afora (e até mesmo em alguns países do exterior, onde a banda tem admiradores garantidos): em 2003, o principal compositor do grupo, Lenilton, também baixista, fora excluído pelos parceiros por divergências ideológicas, como explicou o vocalista Alex Gonzaga, na época, em entrevista ao UNIVERSO MUSICAL.

Alguns dos maiores sucessos do Novo Som, como Acredita, Pra Você e Meu Universo, foram compostas por Lenilton. Em Herói dos Heróis, eram dele as 10 faixas autorais, sendo duas em parceria com o tecladista Mito. Nas tais oito músicas próprias de Um Dia A Mais, a mesma coisa, só com a diferença de que as parcerias com Mito haviam se duplicado.

Sem Lenilton, o Novo Som decidiu não adotar Mito como principal compositor (vale lembrar que o vocalista Alex Gonzaga, que integra o hoje trio ao lado do baterista Geraldo Abdo, no início da banda assinava algumas faixas, mas deixou esse ofício há muitos anos). Em Vale A Pena Sonhar, o tecladista assina sozinho apenas Teu Choro, O Que Passou, Passou e É Só Acreditar.

Entre os outros compositores, alguns já eram conhecidos da banda. Joey Summer, autor de Águas, Teu Perdão (com Gilberto Nogueira) e Eu Sei (com Daniel Lamas), participou do CD anterior do Novo Som, assinando a faixa-título (também com Daniel Lamas) e tocando guitarra e violão (o que ele também faz agora). Já Wagner Carvalho, responsável pelas faixas O Número Um (com Davi Fernandes, outro que marca presença constante no CD) e Nas Mãos do Pai (com Cristiane Carvalho), foi o produtor de Um Dia A Mais. Ed Wilson (O Jovem Rico, composta com Elvis Tavares), por sua vez, é novidade para o Novo Som, mas não para Alex Gonzaga, que gravou músicas dele em seus dois discos solo, também pela MK.

Preparados para o disco acústico

Mas a grande pergunta que rondava a cabeça dos fãs - sim, esta é palavra, já que o grupo possui vários fãs-clubes espalhados pelo Brasil e sempre se manifestou ser a favor deles - não era quem seria(m) o(s) novo(s) compositor(es) do Novo Som, mas sim se o grupo conseguiria manter o alto nível de suas músicas.

Bem, basta uma audição não muito atenciosa de Vale A Pena Sonhar para constatar que a resposta é sim, até porque Mito há algum tempo já vinha participando mais constantemente das composições e os demais autores escolhidos para o novo disco são de primeira linha. Mas, numa audição mais atenciosa, principalmente comparando-se o atual CD com os dois anteriores, dá para perceber que o Novo Som de Alex, Mito e Geraldo está diferente.

O Novo Som nunca foi um grupo de rock. Alex Gonzaga sempre preferiu definir a banda como pop, o que permite passear por vários estilos, como o soul, o funk e até mesmo o rock. Mas o grupo vinha mantendo a tendência de aumentar as doses de rock em seus discos - em Um Dia A Mais, a guitarra era um instrumento que se sobressaía em várias faixas. Mas em Vale A Pena Sonhar elas estão em segundo plano; a maioria das faixas é de baladas. Há, inclusive, duas músicas românticas, uma novidade na discografia do Novo Som (pioneiros no gospel romântico, o grupo costumava incluir apenas uma canção desse estilo em seus álbuns). Entre elas, a mais bela música do CD, Um Olhar, que foi incluída na coletânea Amo Você Volume 10.

Mas, se o rock foi deixado um pouco de lado - a faixa que mais se aproxima disso é Nas Mãos do Pai - o Novo Som continua investindo em seu lado mais suingado, fruto das influências da black music americana, de nomes como Earth, Wind and Fire e KC and The Sunshine Band. A faixa-título e O Número Um trazem excelentes grooves e são dois bons momentos do disco.

É nessas faixas que fica perceptível uma das principais diferenças da banda, que é a entrada do baixista Charles Martins. Músico experiente, acostumado a trabalhar como diretor musical, Charles não economiza, "descendo a mão" no baixo. O som do instrumento está muito mais audível, garantindo um balanço extra, até mesmo nas baladas, o que deu uma revigorada no grupo. E não foi nem preciso usar naipe de metais, como no trabalho anterior.

Enfim, se você é fã do Novo Som, saiba que em Vale A Pena Sonhar eles estão um pouco diferentes, mas fique tranqüilo, pois este novo som é tão bom quanto o anterior. A presença maciça de belas baladas pode ser um indício de que o grupo realmente pensa em gravar um projeto acústico, que, aliás, era para ter sido realizado agora. Se foi mesmo um primeiro passo, vem aí um disco histórico.


Veja mais:


  Entrevista com Novo Som: “queremos continuar fieis à espinha dorsal da banda”
   Disco:  Vale A Pena Sonhar
     Ficha técnica, faixas e compositores

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções