Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Sucesso sem vender a alma

Divulgação/Marcos Hermes
A saída dos guitarristas Murilo e Juliano quase fez com que o Dead Fish acabasse. Mas a banda sobreviveu e agora, depois de 13 anos no underground, lança seu 1º CD por uma gravadora

Por Marcos Paulo Bin

Bem que o Dead Fish tentou, mas foi difícil resistir ao segundo convite. Após 13 anos atuando no cenário independente, onde ganhou a fama de uma das principais bandas de hardcore do país, o grupo assinou contrato com a gravadora Deckdisc, por onde está lançando seu quinto CD, Zero E Um.
Esta também é a primeira vez que o Dead Fish conta com um produtor em seus discos, no caso Rafael Ramos. E foi justamente Rafael quem levou a banda para a Deck. A primeira conversa foi há um ano, mas o produtor levou um sonoro não. “Nunca batemos em porta de gravadora, pois teríamos que nos submeter. Nós já havíamos recebido muitas propostas, mas nenhuma de caráter. Em todas teríamos que vender nossas almas. Nosso maior medo sempre foi perder a liberdade”, conta o baterista No, que forma o Dead Fish ao lado de Rodrigo (voz), Philippe (voz e guitarra), Hóspede (guitarra) e Alyand (voz e baixo).
A segunda proposta de Rafael foi irrecusável, não por causa de cifras, mas porque a banda estava prestes a acabar. Depois de lançar um disco ao vivo, os guitarristas Juliano e Murilo, este último um dos principais compositores do grupo, decidiram abandonar o barco. O clima entre os três remanescentes – No, Rodrigo e Alyand – ficou pesado, os shows começaram a ficar escassos e criatividade andou em baixa. “Estava difícil compor e tocar. Tínhamos um CD em mente, mas nosso relacionamento não estava legal, e isso se refletia nas letras. Por isso decidimos abortá-lo”, conta No, ressaltando que a banda chegou a ficar oito meses longe dos palcos.
Rafael apareceu quase no mesmo momento em que o trio remanescente resolveu chamar dois guitarristas amigos: o mineiro Philippe (ex-Reffer) e o paulista Hóspede (ex-Aditive). Estava tudo pronto para o Dead Fish dar a volta por cima. “Quando entraram os dois guitarristas novos e nós acertamos com a Deck, conseguimos sobreviver; ganhamos um novo fôlego. Acho que nesse disco nós nos superamos. Muitos fãs podem não achar, mas para mim é o melhor que já fizemos”, diz No, empolgado.
Bem, pelas declarações do baterista parece que a exigência da autoprodução foi por água abaixo e a presença de um produtor externo foi bem-vinda. Seria o fim do trauma? “Eu sempre achei que produtores eram bichos-papões, mas O Rafael não é”, derrete-se No. “Ele conseguiu interagir com a gente e, sem mexer no nosso som, melhorá-lo muito. A sonoridade que conseguimos é superior anos-luz ao passado.”

Moradores de Sampa

Outra coisa que o Dead Fish não teve como evitar foi sair do Espírito Santo, de onde a banda é originária. O quinteto está desde março morando em São Paulo, mesma cidade para onde foram outras bandas do forte cenário roqueiro capixaba como Salvação e Zé Maria. Segundo as palavras de No, o Espírito Santo já deu o tinha que dar para algumas bandas. “Lá falta público. Só no interior de São Paulo fazemos o dobro de shows, sempre lotados. O Dead Fish nunca foi preso a Vitória”, diz o baterista.
Apesar de a sede da gravadora ser no Rio – foi na cidade que o grupo gravou o disco, no estúdio da Deck, deixando a mixagem para ser feita na Califórnia – o grupo optou por tentar a sorte em Sampa. “São Paulo é mais a cara desse tipo de som que fazemos”, explica No, que, com sua banda, está seguindo o caminho de Pitty, hoje o maior nome da Deckdisc, que também está na Terra da Garoa. Pode ser que o mesmo vento que bateu e deu tanto sorte à baiana também caia sobre os capixabas.



Veja mais:


  Hardcore sem concessões
   Disco:  Zero E Um
     Ficha técnica, faixas e compositores

Resenhas relacionadas:

  Zero E Um

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções