Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  E a Zona Sul cantou

www.cantazonasul.com.br
Fernanda Brum foi uma das atrações do 1º Canta Zona Sul, evento que levou 150 mil pessoas à Praia de Copacabana

Por Renata Oliveira

O que era um desafio tornou-se o primeiro grande evento gospel nas areias da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e um dos maiores já produzidos no local. O Canta Zona Sul, realizado na noite do feriado de 21 de abril, encerrou sob o som pesado da banda Oficina G3, contabilizando 150 mil pessoas, segundo a Guarda Municipal. Organizado pelo Grupo MK de Comunicação, o evento era um desejo da diretoria da empresa, que já tentava realizá-lo há quase um ano.
De difícil penetração para o Evangelho, a Zona Sul é conhecida como uma vitrine de costumes e tendências cariocas. E, nessa área estratégica, Copacabana é o cartão postal e o lugar que recebe anualmente no reveillon milhões de pessoas do Brasil e do mundo. Frente a este gigante, uma multidão de evangélicos mostrou que acabou o tempo do culto ao ar livre. A era high tech chegou ao mundo da música gospel e fez bonito na praia.

Acima da expectativa

O som pulsante, que transmitiu canções de adoração, pop, românticas, remixadas e rock, atraiu moradores da Avenida Atlântica, que saíam às varandas para saber o que estava acontecendo. A segunda pista, que permanecera aberta, teve que ser fechada, tamanho era o fluxo de pessoas. A festa começou com a participação especial do ministro de louvor David Quinlan. Ele eletrizou o povo já na passagem de som, quando puxou o hit Incendeia. Sua apresentação surpreendeu e deixou o público preparado para receber as outras atrações: Alda Célia, Fernanda Brum, Novo Som, Voices, Pamela, Marina de Oliveira, Kleber Lucas e Oficina G3.
“Eu senti algo tremendo durante a ministração, não porque fosse o David. Mas porque entendi que as profecias de Deus estão se cumprindo para o Brasil. Ver esta multidão adorando a Deus na Praia de Copacabana é ver que os cariocas também estão sendo alcançados pela unção do louvor e da adoração”, testemunhou Bebel Quinlan, esposa do músico.
Mas a noite não foi apenas de cumprimentos, foi também de respostas. “Estamos sob a unção de Deus neste lugar. Uma das provas é que parou de chover”, declarou Yvelise de Oliveira, presidente do Grupo MK, durante a apresentação da cantora Fernanda Brum. A previsão era de que caísse muita água, assim como aconteceu em bairros relativamente próximos como São Conrado.
Quem também estava mais do que satisfeito era o marido de Yvelise, o deputado Arolde de Oliveira, secretário de Transportes do Rio de Janeiro. Ele começou o evento dizendo que todos haviam feito sua parte e que, portanto, a condução estava sob total controle de Deus. Ao final, sua palavra não poderia ter sido mais propícia: “A programação ultrapassou minhas expectativas, porque Deus é fiel”. A expectativa era de 40 mil pessoas, mas a empresa apostava em 80 mil.



Veja mais:


  Grupo MK leva uma superestrutura às areias de Copa

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções