Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Paralamas comemoram mais de 20 anos de carreira com disco ao vivo

Arquivo U.M.
Bi Ribeiro conta que os Paralamas cogitaram não lançar mais um disco ao vivo, por causa da banalização do formato, mas mudaram de idéia. “Os shows estavam muito bons e achamos que valia o registro. Além disso, foi uma maneira de comemorar a volta do Herbert”, diz o baixista
D (1987), Vamo Batê Lata (1995), Acústico MTV (1999) e, agora, Uns Dias. Os Paralamas do Sucesso estão lançando seu quarto disco ao vivo em 22 anos de carreira numa época em que, até mesmo pela crise da indústria fonográfica, o formato acabou tornando-se um pouco banalizado, uma fórmula quase certa de sucesso. É comum hoje ver artistas lançando apenas dois ou três CDs de estúdio e, logo após, gravando um show para virar disco, com a reunião de seus “sucessos” (se é que deu tempo para ter tantos assim). Dois exemplos, de estilos completamente diferentes, são Kelly Key e O Rappa. Com Felipe Dylon foi pior: o cantor adolescente mal lançou seu primeiro CD e já ganhou um DVD ao vivo.
Mas Uns Dias Ao Vivo tem histórias por trás. A primeira delas é que, segundo o baixista Bi Ribeiro, o baterista João Barone “cismou”, em 2003, em relançar Vamo Batê Lata em DVD (o disco, na época, saiu em CD e VHS), já que o primeiro álbum audiovisual do grupo, Acústico MTV, não trazia os principais sucessos da banda. “O nosso acústico foi, talvez, o mais diferente da MTV: pegamos algumas músicas que gostamos e demos nova roupagem, sem nos preocuparmos em reunir os hits. Mas, para passar o Vamo Batê Lata para DVD, daria muito trabalho, pois teríamos que mixar tudo de novo. Então propusemos à gravadora fazer um novo disco, e eles aceitaram”, conta Bi.
O baixista afirma que o trio até pensou duas vezes em lançar mais um disco ao vivo, por causa dessa banalização do formato. Mas como a turnê do CD Longo Caminho – lançado em 2002, marcando a recuperação de Herbert Vianna após o grave acidente que sofrera em fevereiro de 2001 – estava muito bem Brasil afora, eles mudaram de idéia. “Os shows estavam muito bons e achamos que valia o registro. Além disso, foi uma maneira de comemorar a volta do Herbert. O disco acabou fazendo parte também das nossas comemorações de 20 anos, embora tenha sido lançado dois anos depois.”

“Mensagem de Amor” ganha versão hardcore

Uns Dias Ao Vivo foi lançado nos formatos CD simples, CD duplo, DVD simples e DVD + CD. O CD duplo e os DVDs trazem 26 faixas, 25 delas gravadas em novembro de 2003 no Olímpia, em São Paulo. A última música, que entrou como faixa-bônus, é uma versão hardcore para Mensagem de Amor, que já aparecia antes no disco, mas desta vez com a guitarra de Andreas Kisser. A música foi gravada no evento Pão Music, no Ibirapuera, também em São Paulo, para um público de mais de 100 mil pessoas. “Para mim é a melhor música do disco”, exalta Bi. “Uma vez convidei o Andreas para tocar comigo no Reggae B (banda paralela de Bi) e ele aceitou. Foi a partir daí que ele começou a abrir mais a cabeça para outros estilo. O Andreas me contou que até está pensando em lançar um disco não tocando só rock pesado”, conta Bi.
Um outro convidado, tão inusitado quanto Andreas Kisser, também foi chamado para participar de Uns Dias Ao Vivo graças à amizade com Bi Ribeiro e às canjas nos shows do Reggae B. Trata-se do rapper Gustavo Black Alien, que versa em Assaltaram A Gramática. “Ele me disse que o primeiro rap que ouviu foi Melô do Marinheiro”, diz Bi, garantindo que a inclusão de um rap no disco não significa que os Paralamas queiram soar “moderninhos”, já que o ritmo está na moda. “Rap não é novidade para a gente. Temos vários raps em nossos discos”, garante ele.
Os outros convidados são mais óbvios. Djavan canta novamente com Herbert em Uma Brasileira (os dois gravaram a versão original em um CD bônus, de estúdio, que acompanhava Vamo Batê Lata) e em Lanterna dos Afogados. O titã Paulo Miklos e o ex-titã Nando Reis participam, respectivamente, de O Beco e Tendo A Lua. Quando Nando ainda integrava os Titãs, ele e seus parceiros gravaram um disco ao vivo promocional com os Paralamas (que incluía O Beco no repertório), durante uma turnê nacional que as duas bandas, originárias do movimento BRock, fizeram juntas. Outros contemporâneos dos Paralamas a se juntarem ao trio são George Israel, do Kid Abelha, que toca sax em La Bella Luna, Ska, Caleidoscópio e Ela Disse Adeus, e Edgard Scandurra, do Ira, que empresta sua guitarra em Running on The Spot e Trac-Trac. Outro oriundo do rock oitentista é o ex-legião Dado Villa-Lobos, que toca guitarra em Soldado da Paz e Que País É Este?. Esta última Dado já havia gravado com os Paralamas em Acústico MTV, mas desta vez ele também canta.
Com Frejat – que canta e toca guitarra na música que dá nome ao disco – a história é mais curiosa. O vocalista do Barão Vermelho já vinha cantando Uns Dias em seus shows solo, e, ao ser convidado para participar do CD, sugeriu aos Paralamas a inclusão da música, que não estava no repertório. “Gostamos do resultado. Acabou ficando uma versão esquisita, inspirada no disco acústico do Jimmy Page e do Robert Plant”, explica Bi, ressaltando que não partiu da banda a idéia de escolher a música como primeira faixa de trabalho. “Há algum tempo não damos mais palpite sobre música de trabalho. Já erramos muito por causa disso.”


Veja mais:


  Grupo já pensa em novo CD de estúdio
   Disco:  Uns Dias Ao Vivo
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Paralamas do Sucesso românticos e roqueiros no CD Hoje
  Paralamas melhores do que nunca


Resenhas relacionadas:

  Uns Dias Ao Vivo
 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções