Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Público e compositores pedem e Alcione volta (parcialmente) às inéditas

Alcione (na foto, na nova sede da Indie Records), em seu novo disco, homenageia os compositores que mandam as músicas que se tornam sucesso em sua voz. “Quero que o povo valorize o autor”, diz a cantora

Por Marcos Paulo Bin

Em 2003, na coletiva de lançamento do CD Ao Vivo 2, Alcione se disse tão empolgada com o formato – seu primeiro disco ao vivo em quase 30 anos fora lançado um ano antes, com muito sucesso – que era até possível que seu próximo disco se chamasse Ao Vivo 3. Mas a cantora mudou de idéia e agora está lançando Faz Uma Loucura por Mim (Indie Records), com 17 faixas de estúdio, a maioria inédita.
“Eu falei que até lançaria, pois dessa forma não me comprometia”, despistou Marrom, em coletiva na nova sede da Indie, no Rio. “Hoje, neste mundo globalizado, as coisas acontecem muito rápido; não dá pra prever nada. Eu estava sentindo que meu público queria um disco de inéditas.”
Mas não era só o público que queria. Alcione disse que desde o primeiro disco ao vivo estava recebendo muitas composições. “Os autores queriam mostrar seu trabalho. Eu estava com um acúmulo muito grande músicas boas”, contou a Marrom.
Entre os compositores escolhidos, há desde velhos amigos de Alcione como Jorge Aragão (É O Amor, com Nilton Barros), Nei Lopes (Ritmo do Jazz, com Magnu Souza), Dona Yvone Lara (Razão E Nostalgia, com Bruno Castro) e a dupla Michael Sullivan e Carlos Colla (Contra A Correnteza) até autores gravados por ela pela primeira vez, como Vander Lee (Mais Um Barco), Telma Tavares (A Sangue Frio, com Roque Ferreira) e Serginho Meriti (A Que Mais Deixa Saudade). “Meus discos sempre terão espaço para os medalhões, que emocionam a cada nova canção, e para os novos talentos”, justifica Alcione.
Os compositores, aliás, são um dos homenageados de Faz Uma Loucura por Mim. Na coletiva, a Marrom afirmou que pretende, em seus shows, ajudar para o púbico conheça quem são os responsáveis pelos sucessos em sua voz. “Quero que o povo valorize o autor. Estou pensando em levar para os palcos uma fita e mostrar ao público um trecho da canção da forma como ela chegou até mim. Quero mostrar porque a música me emocionou”, disse Marrom. O outro homenageado do disco é o radialista Luiz Carlos Paladino (ex-JB FM do Rio, entre outras emissoras), fã declarado de Alcione que morreu recentemente.

Música de trabalho é sucesso no rádio e na TV

Embora tenha parado de reler seus sucessos ao vivo, Alcione não conseguiu se ver livre do passado em seu novo CD. A primeira faixa de trabalho do disco é Você Me Vira A Cabeça (Me Tira do Sério), gravada originalmente em A Paixão Tem Memória, de 2001, último disco de Alcione pela Universal. A música já é um grande sucesso nas rádios, ajudada pela execução maciça na novela das sete da Rede Globo, “Da Cor do Pecado”.
Esta é, na verdade, a terceira vez que a Marrom grava Você Me Vira A Cabeça. Mariozinho Rocha, que escolhe o repertório das novelas globais, conheceu exatamente a segunda versão, registrada ano passado em Ao Vivo 2. “O Mariozinho queria uma música minha para incluir na novela, porque parte dela é ambientada no Maranhão. Soube que ele gostou de Você Me Vira A Cabeça, mas uma versão ao vivo não pode entrar na novela. Então eu a regravei em estúdio e decidi incluir neste disco”, explicou a cantora maranhense, ressaltando que não ficou chateada porque uma música antiga foi escolhida para puxar o disco. “Quando eu gravei Você Me Vira A Cabeça em A Paixão Tem Memória eu punha fé que ela faria sucesso, mas não aconteceu nada. Em Ao Vivo 2 a Indie e eu pensamos em trabalhar a música nas rádios, só que isso acabou não ocorrendo. Mas agora estou feliz, porque a música é muito forte, não podia ficar perdida.”
Essa não é a única regravação de Faz Uma Loucura por Mim. Há também uma releitura de Na Hora da Raiva, canção obscura da dupla Roberto e Erasmo que foi gravada por Wanderléia. A música chegou a Alcione – que já havia gravado outra canção da dupla, Olha – através do presidente da Indie Records, Líber Gadelha. “Ele me disse: escuta e me diga o que acha. Adorei. Só fiquei com raiva de eu não ter descoberto essa música!”, brincou Marrom.
Além de Você Me Vira A Cabeça, Alcione tem outro sucesso nas rádios no momento: Não Tem Saída, gravada em dueto com Belo para a coletânea As Melhores do Ano IV. A cantora, que nos últimos anos tem aproximado a sonoridade de suas músicas a dos grupos de pagode romântico dos anos 90 (ela já gravou com Alexandre Pires, Péricles e outros), é uma defensora do gênero. “Quem começou com o samba romântico foi o Gilson de Souza. Mas, antes dos pagodeiros dos anos 90, Agepê, eu e outros já fazíamos músicas assim. Só que esses grupos fizeram com que os jovens se aproximassem do samba, tanto o que eles fazem como o dos artistas mais antigos, como Zeca Pagodinho, Alcione e Beth Carvalho. A chegada deles foi muito saudável”, avalia a Marrom.
Alcione também rasga-se ao falar de Belo. Ela disse não estar nem aí para os bochichos que possam surgir pelo fato de ela cantar ao lado do pagodeiro, envolvido com problemas policiais. “Nossos horários não bateram, então cada um gravou em um estúdio; não olhamos um para a cara do outro. Mas eu fiz questão de fazer esse dueto, porque o Belo canta muito e porque a música é boa. Além disso, fiquei comovida com a história dele. Não podem acabar com uma carreira assim como querem fazer com ele”, disse Alcione.
Com o mesmo afinco que defende os pagodeiros, a cantora luta pelos interesses da indústria fonográfica. Uma das artistas que estão na linha de frente no combate à pirataria, Alcione discorda completamente da decisão da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) de reduzir de 100 mil para 50 mil a quantidade mínima de unidades vendidas para se obter o disco de ouro. Ela lamenta que seu novo CD, que já sai com 75 mil cópias vendidas, não tenha recebido o prêmio ainda. “Eu tenho 23 discos de ouro e platina, quando para ganhar ouro tinha que vender 200 mil e platina, 500 mil. Agora eles reduziram de novo. O mercado brasileiro não merecia isso.”



Veja mais:


  Alcione é bem-vinda de volta ao estúdio
   Disco:  Faz Uma Loucura por Mim
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Alcione lança o CD Uma Nova Paixão e prepara DVD no Circo Voador
  Alcione lança 2º ao vivo em 2 anos
  Alcione quer vender um milhão


Resenhas relacionadas:

  Alcione e Amigos 

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções