Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Troféu Talento 2004 firma Diante do Trono como o principal nome do gospel nacional

Arquivo U.M.
Em seu site oficial, o Catedral, do vocalista Kim, afirma ter ficado surpreso com o prêmio de Melhor DVD no Troféu Talento. “A banda (...) se sentiu muito feliz e surpresa (...) pelo prêmio que recebeu, pois hoje o Catedral tem o seu trabalho totalmente integrado no pop/rock nacional”, diz o texto

Por Marcos Paulo Bin

O Troféu Talento, realizado desde 1996 pela Rede Aleluia, braço radiofônico da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), trocou o Rio de Janeiro, local da edição de 2003, por São Paulo, em 2004. A capital paulista, aliás, este ano sediou duas vezes o evento, considerado a maior premiação da música gospel nacional. No dia 16 de março, foram premiadas 12 categorias, consideradas mais técnicas, em um jantar no hotel Maksoud Plaza. Já no dia 18 foram entregues os prêmios principais, como CD e Música do Ano, Intérprete Masculino e Feminino, Cantor e Cantora do Ano e Melhor Banda ou Grupo, em uma grande festa realizada no Credicard Hall.
Entre um e outro troféu que era entregue no dia 18, houve apresentações de nomes consagrados da música gospel nacional como Cristina Mel, Robson Nascimento, Soraya Moraes, Ana Paula Valadão (solista do grupo Diante do Trono), Gisele Nascimento, Tino, Aline Barros, Cassiane, Márcio Pinheiro e Robinson Monteiro, além do grupo secular Fat Family. A surpresa ficou por conta do americano Don Moen (que gravou um disco em espanhol com Aline Barros e Paul Wilbur), surgindo do fosso do palco tocando a música Aclame ao Senhor ao piano, acompanhado de Ana Paula Valadão. Don Moen demonstrou-se impressionou com a grandiosidade do evento. “O Troféu Talento não fica nada a dever ao Dove Awards, o maior prêmio da música norte-americana. Estou feliz em constatar que a música gospel no Brasil está a cada dia com mais qualidade. O público presente foi premiado com um espetáculo de primeiro mundo”, disse ele.

Participação do Catedral é a maior surpresa da noite

A mudança de endereço e a atração internacional não foram as únicas novidades do Troféu Talento este ano. Cinco novas categorias foram incorporadas à premiação em relação a 2003, totalizando 27: DVD ou CD Multimídia, CD Ao Vivo, CD de Rock ou Alternativo, Álbum Internacional e CD Independente.
A participação do público – que escolhe os vencedores, através da internet – aumentou 150% em relação à edição anterior. Também cresceu o número de gravadoras participantes – de 60, ano passado, passou para 70. Disputando prêmios foram 20, número também maior que o de 2003. “Reparamos que neste ano o prêmio está sendo disputado por vários concorrentes e isso reflete que a música gospel produzida em nosso país vem a cada ano melhorando em qualidade. Em algumas categorias foi muito difícil decidir os nomes de apenas cinco indicados, por isso tivemos que adaptar para seis. Já na categoria Música do Ano, chegamos a sete canções, mas poderíamos tranqüilamente ter selecionado de 10 a 12 músicas”, explica Samuel Modesto, coordenador do evento. Samuel só não precisou se preocupar muito com os “concorrentes”, já que a Line Records, gravadora da IURD, foi a maior vencedora da noite, levando seis troféus.
Mas a maior novidade do Troféu Talento 2004 foi, sem dúvida, a participação do grupo Catedral, contratado ano passado pela Line Records – por onde lançou o CD acústico Acima do Nível do Mar – após uma passagem pela multinacional Warner Music (o grupo deixara a gravadora evangélica MK Publicitá para seguir carreira secular). Uma surpresa porque o grupo faz questão de dizer que não pertence mais ao meio gospel – quando o UNIVERSO MUSICAL publicou a matéria sobre a gravação do último disco da banda na seção Gospel, o site foi procurado pela produção do Catedral, reclamando do fato (para os produtores, a matéria deveria estar na seção Pop-rock).
O próprio Catedral, em seu site oficial, deixa claro que não se sentiu confortável ao participar do Troféu Talento. Nele, o grupo se diz surpreso com o prêmio de Melhor DVD, uma das seis categrorias a que disputou, por ser uma banda de pop-rock. “A banda Catedral se sentiu muito feliz e surpresa com o carinho do público e com essas ‘6 indicações’ e principalmente pelo prêmio que recebeu, pois hoje o Catedral tem o seu trabalho ‘totalmente integrado no pop/rock nacional’”, diz o texto publicado no site, destacando o último trecho.
Embora tenha concorrido em seis categorias, entre elas CD e Banda do Ano, o Catedral acabou levando para casa apenas um troféu. O grande vencedor da noite foi o grupo Diante do Trono, com sete estatuetas. Cinco foram para o conjunto: CD do Ano, CD Ao Vivo e CD de Adoração e Louvor, por Quero Me Apaixonar; CD Infantil, por Amigos de Deus; e Melhor Banda ou Grupo. As outras foram para duas das solistas do grupo mineiro: Ana Paula Valadão, que levou o prêmio de Melhor Intérprete Feminino (em empate com Mara Maravilha) e Nívea Soares, escolhida Cantora Revelação.
Em segundo lugar, com duas premiações cada, vieram Cristina Mel (CD Coletânea, por Seleção de Ouro, e regravação, por Autor da Minha Fé), Fernanda Lara (CD Independente, por Livre para Amar, e Melhor Arranjo, pela canção que dá nome ao disco, prêmio dividido com Giordani Vidal), Aline Barros (CD Pop, por Fruto do Amor, e Melhor Versão, por Digno É O Senhor); Mara Maravilha (Videoclipe, por Amor Perfeito, e Intérprete Feminino) e David Quinlan (Intérprete Masculino e Artista Destaque).

Acertos, erros e paradoxos

No mais, alguns acertos e erros, como é comum em toda premiação, ainda mais quando realizada pelo público, e não por especialistas. Entre os que realmente mereceram seus prêmios, estão Donizette (CD Sertanejo, por Página Virada), Cassiane (CD Pentecostal, por A Cura, repetindo a atuação do ano passado) e Kleber Lucas (Cantor do Ano). Os mais justos, no entanto, foram os troféus de CD do Ano, CD Ao Vivo e CD de Adoração e Louvor para o Diante do Trono, por Quero Me Apaixonar. O disco foi gravado ao vivo em São Paulo para um público estimado em 2 milhões de pessoas, e as premiações só confirmam a popularidade de Ana Paula Valadão e cia. entre os evangélicos.
O Diante do Trono, paradoxalmente, encabeça a lista dos prêmios questionáveis, com o troféu de Melhor Banda ou Grupo. Os grupos de louvor das igrejas deveriam ter uma categoria específica, para que não concorressem com bandas de verdade (o mesmo erro aconteceu ano passado e, apesar das críticas, nada foi mudado).
A lista segue com o prêmio de CD de Rock ou Alternativo para Os Arrebatados Remix (era mais lógico o disco concorrer ao prêmio de CD Pop e o troféu ir para o Catedral); Intérprete Masculino para David Quinlan e Música do Ano para Tino, por Quando o Vento Soprar. Foi estranha ainda a ausência, entre os premiados, de Alex Gonzaga, Alda Célia, Álvaro Tito e Quatro por Um, que lançaram belos discos em 2003.
Os melhores momentos da 9ª edição do Troféu Talento foram transmitidos pela Rede Record no dia 26 de março, alcançando o segundo lugar na audiência. Entre os destaques, as homenagens a Carlinhos Félix, que recebeu o Prêmio Rede Aleluia, e a Nelson Ned, que ganhou o Prêmio de Bem com A Vida. Os troféus são entregues todos os anos, respectivamente, a um artista de longa trajetória no mercado gospel e a uma personalidade ou instituição que tenha se destacado na sociedade brasileira sob a perspectiva evangélica. A 10ª edição do Troféu Talento já tem data marcada: 17 de março de 2005, ainda sem local definido.



Veja mais:


  Confira a lista completa de vencedores do Troféu Talento 2004


Matérias relacionadas:

  Soraya Moraes é a grande vencedora do 10° Troféu Talento
  Gravadoras gospel saem à caça de votos para vencer o 10° Troféu Talento
  Jamily é o destaque do Troféu Talento

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções