Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Chuva e emoção marcam a gravação do CD e DVD acústico do Catedral

O guitarrista e violonista Eduardo (à dir.) foi contratado para substituir César no Catedral. Mesmo assim, Kim decidiu homenagear o irmão, incluindo um solo de César no meio de uma música
“O meu desejo é profundo demais para falar / O que eu penso é difícil de alguém aceitar”. A letra de Cotidiano – uma das quatro inéditas do primeiro DVD do Catedral, gravado no dia 28 de setembro, no Rio – mostra bem o que é a banda liderada pelo vocalista Kim.
Embora nunca tenha sido um grupo de adoração e louvor, o Catedral foi mal interpretado por muitos evangélicos quando, em 1999, em uma atitude pioneira no mercado gospel, decidiu abandonar a gravadora MK Publicitá e aceitar o convite da multinacional Warner para lançar o CD Pra Todo Mundo, que marcava sua estréia no mercado secular. Foram mais três anos na companhia, com outros dois discos (Mais do Que Imaginei, de 2001, e 15º andar, de 2002) que, somados, obtiveram a boa marca de 250 mil cópias vendidas. Mas a crise do mercado fonográfico e as trocas na diretoria da Warner fizeram com que banda fosse dispensada no final de 2002. Nesse período, em meio a muitos boatos, eles perderam muitos fãs evangélicos, mas conquistaram milhares de admiradores no meio secular.
Em 2003, surpreendentemente, Kim anunciou que, para comemorar os 15 anos de Catedral, o grupo voltaria a uma gravadora gospel para lançar um CD e DVD acústico, com produção de Carlos Trilha e o título de Acima do Nível do Mar. A escolhida foi a Line Records, braço fonográfico da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). A gravação, inclusive, aconteceu no teatro da TV Record, emissora da IURD.
No repertório, o grupo – que contou com a presença de um quarteto de cordas em algumas canções – misturou sucessos dos áureos tempos de banda gospel aos principais hits da era Warner, mostrando ainda quatro inéditas: além de Cotidiano, A Tempestade E O Sol, Quem Disse Que O Amor Pode Acabar e Sabe Lá. Como todo acústico “que se preze”, o do Catedral segue um erro básico daqueles produzidos pela MTV: traz músicas que não são conhecidas do grande público, como O Nosso Amor, faixa que não foi trabalhada no CD Mais Que Imaginei, em detrimento de grandes sucessos do grupo. Quando O Verão Chegar, por exemplo, um de seus maiores hits, não foi registrado.

Beno Cesar faz duo com Kim

Prevista para as 19h, a gravação do CD e DVD acústico do Catedral começou apenas às 21h30, porque a banda, antes, decidiu gravar as músicas sem a platéia. Platéia essa que, aliás, foi mal dimensionada pela Line Records – enquanto Kim pedia desculpas no microfone por não poder atender ao pedido de centenas de fãs que queriam, mas, por falta de espaço, não poderiam assistir à gravação, sobravam cadeiras vazias no teatro, pois nem todos os convidados compareceram.
Mas esse fato, se até pode comprometer as imagens do DVD, não atrapalhou em nada a gravação do CD, já que o público – formado em grande parte por fãs-clubes – era bastante animado, cantando junto o tempo todo e batendo palmas (o que até deu um certo clima de igreja à gravação). No mais, o grupo teve que saber lidar com a forte chuva que caiu durante o show e interferiu no som e com a emoção de lembrar da perda recente do guitarrista César, que foi vítima de um acidente de carro no Rio, em julho. E o público, com as várias repetições das músicas, que fizeram com que o evento se estendesse até mais de uma hora da manhã.
Vestidos de preto, como bons roqueiros, Kim, Júlio (baixo) e Guilherme (bateria) começaram a gravação com Chame A Deus, sucesso gospel da carreira solo de Kim. Com Júlio tocando baixo acústico, a presença do quarteto de cordas e Carlos Trilha ao piano, a música contou com a participação especial de Beno Cesar, cantor, compositor e diretor artístico da Line. Com sua voz suave e calma, Beno acabou contrastando totalmente com Kim, de voz grave.
Na segunda música, a pri
Durante a música A Tempestade E O Sol, composta para César, o autor, Kim, se emocionou e teve que interromper a gravação. Foi o momento de maior emoção na noite
meira inédita da noite: Cotidiano, de letra um pouco melancólica (que lembra um pouco Brasília 5:31, gravada pelos Paralamas em seu Acústico MTV), com Júlio no baixolão e Eduardo, músico contratado para substituir César, ao violão. Kim, que errou a letra, também tocou violão. “Sou o rei de errar a letra”, disse ele, bem-humorado, para repetir a dose a seguir, em mais uma inédita, a romântica Sabe Lá, que remete a Monte Castelo, da Legião Urbana.
Pára a gravação, mas não por causa do erro na letra. Era a chuva, fortíssima, como há meses não se via no Rio de Janeiro. Indeciso se prosseguia ou não, já que o barulho infiltrava no teatro, a banda decidiu continuar cantando mais um sucesso secular: Tchau, que chegou a ficar na sétima colocação entre as mais tocadas nas FMs de São Paulo e em 11º no Rio.
Só com o quarteto no palco, eles lembraram uma antiga canção, Hoje, para depois mostrarem uma pouco conhecida (menos para os fãs-clubes), O Nosso Amor. Após mais um antigo sucesso, O Sentido, outra inédita, a agitada Quem Disse Que O Amor Pode Acabar, a única canção nova que também traz a assinatura de César. O público respondeu aos pedidos de Kim e agitou bastante – na segunda vez que a música foi tocada, muita gente já cantou junto. “Senti que esse vai ser o carro-chefe”, disse Kim, ao final, empolgado com a participação dos fãs.
A hora avançava e, em Sobre Muitas Coisas – que ganhou um arranjo à lá Djavan – muita gente já havia ido embora do teatro. Quem saiu perdeu, a seguir, o momento mais emocionante da noite, quando Kim tentou cantar a música que ele e Júlio fizeram em homenagem ao irmão, A Tempestade E O Sol. Tentou porque realmente não seria fácil cantar, sem se emocionar, os versos “Tenho certeza que vou te encontrar / Não sei o dia e a hora, mas sei o lugar / Sei que você está bem / Mesmo assim isso não me impede de chorar / Você se foi tão cedo / A vida é um mistério / Ela não diz porque”. “Eu sabia que isso ia acontecer”, disse Kim, às lágrimas. Mas logo depois ele conseguiu cantá-la, sendo aplaudido de pé. Só pediu para que não repetisse, no que foi atendido pela produção.

Contra as drogas

Se os fãs certamente vão reclamar da ausência de Quando O Verão Chegar, pelo menos outro grande hit da época gospel o Catedral registrou: Rio de Janeiro A Dezembro, com sua letra politizada, falando sobre as mazelas do Rio de Janeiro, como a violência. “É chato ver que essa música está mais atual hoje do que na época em que a fiz, em 94”, disse Kim, que mais uma vez fez uma homenagem ao irmão. No meio da música, depois de anunciar “para sempre, César na guitarra”, entrou um solo de guitarra do irmão, retirado da música original.
“Essa música ia entrar no nosso novo CD inédito, que já está gravado, só falta a voz. É indescritível o que ele fez nesse disco. Parecia que ele sabia que iria pra Glória. Ele era um gênio”, disse Kim, referindo-se ao CD que o grupo iria lançar antes de aceitar fazer o projeto com a Line.
A 12ª música foi o maior sucesso do Catedral no mercado secular, Eu Amo Mais Você, cantada em coro pelos fãs. Em Eu Quero Sol Nesse Jardim, só com a voz e o violão de Kim, o cantor provou porque é constantemente comparado a Renato Russo (a semelhança das vozes de ambos é incrível). Logo a seguir eles repetiram Eu Amo Mais Você, numa versão folk, sem o violão de Eduardo e com Guilherme no pandeiro.
Para encerrar, o clima folk continuou com Drogas, na qual Kim fez um discurso reafirmando a condição única do Catedral. “Somos a única banda do pop-rock nacional que é contra a liberação das drogas”, bradou Kim, aplaudido pelos que continuaram no teatro a uma e tanto da manhã.


Veja mais:


  Entrevista com Kim: “não faço música para fundamentalistas”


Matérias relacionadas:

  Catedral fala de A Resposta de 1 Desejo, planeja CD sobre Elvis e admite um possível MTV Ao Vivo
  Catedral recebe Troféu U.M. no palco do Olimpo
  Catedral inicia turnê nacional de Acima do Nível do Mar
  Kim fala sobre coletânea do Catedral, show no Canecão e carreira solo
  Morre guitarrista da banda Catedral


Resenhas relacionadas:

  A Resposta de 1 Desejo
  Acima do Nível do Mar 
 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções