Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  “Não sou polêmica. Sou verdadeira”

Divulgação
Leci dedica seu novo disco às comunidades do Brasil, mesmo sabendo que por falar de assuntos como esse foi banida da TV. “Eu falava de bateria e de velha guarda, coisas da comunidade. O sambista tem dois dias no ano para aparecer e oportunistas têm os outros 363”, dispara a cantora

Por Leisa Ribeiro

Em clima de descontração, em um bar de Vila Isabel, bairro típico da boemia carioca, Lecy reuniu a imprensa para divulgar o novo trabalho. Entre uma conversa e outra ela falou sobre diversos assuntos, tais como preconceito, carnaval, pirataria, mídia, política, Brasil e brasileiros e, claro, sobre samba.
A Cara do Povo, seu 21º disco, tem sete músicas inéditas e nele pela primeira vez Lecy gravou o mestre Cartola. Dedicado às comunidades do Brasil, o cd traz letras que falam sobre diversos assuntos, mas principalmente de amor. “As melodias são lindas. E falar de amor é sempre muito bom, todo mundo tem o seu, e quem não tem quer ter”, discursa Leci, em um dos seus ambientes preferidos do Rio. “Estou sempre por aqui, a Vila é minha casa, assim como a Mangueira. Tanto que as fotos do encarte do cd foram feitas nestes lugares que têm a minha cara e a cara do povo”, completa.
Em quase 30 anos de carreira, Leci Brandão já fez parte das mais importantes rodas de sambas, foi comentarista de carnaval e por alguns anos esteve fora da mídia. “As rádios de São Paulo não têm discriminação como as do Rio, que só tocam quem está na mídia. Mas estou feliz porque estou de volta e tocando até onde nunca toquei”, afirma. Falando sempre com muita humildade, Lecy ressalta a importância do samba para o país e de quanto contribuiu para isto.
A compositora, que vem mostrando seus trabalhos por todo o país, assume que o povo tem grande contribuição para a continuidade da sua carreira. “Tenho um fã-clube em São Paulo e hoje em dia não faço nada sem consultar esse pessoal. Meu compromisso é com o povo”, conta a cantora.
Leci diz isso porque se sentiu boicotada pela mídia da sua cidade natal, mas em 2000 o grupo Revelação a trouxe de volta ao Rio e dessa vez parece que foi para sempre. “Só sei falar com respaldo e por isso falo de samba. Meu corte da televisão, por exemplo, foi porque eu falava de bateria e de velha guarda, coisas da comunidade. O sambista tem dois dias no ano para aparecer e oportunistas têm os outros 363”, ressalta a artista mangueirense de coração. “Faço minhas coisas de coração sem promoção. Quando eu chego na avenida não é para aparecer na televisão”, completa.
Respeitada no mundo do samba, Leci Brandão saiu de lá para ser uma artista e não o contrário. Conhece samba como poucos e sabe que essa é a música da alegria. “No churrasco tem que rolar samba. Estádio de futebol sem samba não dá”, fala com seu jeito simples de quem cresceu rodeada de grandes nomes do samba, nasceu em Madureira, foi criada em Vila Isabel e depois ingressou na ala de compositores da Mangueira.
Leci ficou conhecida como a compositora que fala sobre o social e a política, mas sem nunca deixar de ter fé. “O Brasil tem muitos problemas, mas está se modificando. O povo está pensando e o Lula é o primeiro sintoma disso. Continuo otimista porque acredito acima de tudo no povo brasileiro”.
Outro problema levantado por Leci durante a coletiva é o da pirataria. “Aí um outro problema brasileiro, o dinheiro. Para tudo precisamos de dinheiro e a pirataria é resultado da falta dele. Minha gravadora sabe da minha opinião, é só ela e todas as outras gravadoras se unirem e baixarem os preços. O povo ganha R$ 240 por mês, não dá nem para comprar comida”. Contestadora, Leci mais uma vez manda seu recado, e dessa vez, com muitas palavras de amor, ela promete tomar conta das paradas de sucesso de todo o Brasil.



Veja mais:


  A Cara do Povo: Leci mantém a mistura de romantismo e samba “de raiz”
   Disco:  A Cara do Povo
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Leci Brandão homenageia dona Lecy

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções