Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Ivete Sangalo recusa convite da MTV e lança quarto disco de estúdio

Reprodução
Ivete Sangalo recusou o convite da MTV para gravar um disco ao vivo e decidiu lançar um CD de estúdio, o quarto de sua carreira. “Mas ainda tenho grandes planos com a MTV pela frente”, garante a cantora
Se Leandro Lehart e Péricles do Exaltasamba são destaques em meio ao marasmo do pagode romântico, Ivete Sangalo pode ser considerada um oásis em meio ao deserto que se tornou a axé music. Afinal, quem recusaria um convite da MTV para gravar um disco ao vivo – sonho de consumo de 99 em cada 100 artistas em tempos de crise, por ser um projeto consagrado e de retorno quase sempre certo – para lançar um CD de músicas inéditas, gravado em estúdio?
“Cheguei à conclusão de que deveria esperar mais um pouco”, diz Ivete, sempre simpática, em coletiva na sede da gravadora Universal, no Rio. “A Banda Eva já tinha um disco ao vivo, e eu acho que ainda preciso construir uma carreira consistente para formar um repertório que tenha uma história e justifique um disco ao vivo. Acho que todo disco deve ter um romantismo. Mas ainda tenho grandes planos com a MTV pela frente.”
No lugar do disco ao vivo, Ivete está lançando Clube Carnavalesco Inocentes em Progresso, seu quarto trabalho solo, gravado em estúdio, composto de repertório basicamente inédito. São 14 faixas em que a cantora reafirma-se como o principal nome da atual axé music, gênero que há algum tempo já não vive mais os áureos tempos dos anos 90, quando grupos como Banda Eva (da própria Ivete), Banda Cheiro de Amor e É O Tchan lideravam as paradas. Ivete reconhece que hoje é talvez a única ex-vocalista de um desses grupos que foi bem-sucedida na carreira solo, mas diz não ter uma fórmula para isso.
“Quando saí da Banda Eva, fizeram uma aposta em Salvador que eu seria um fracasso”, conta ela. “Eu tinha certeza, lá no cantinho do meu quarto, que daria certo, e deu. Não há uma cartilha, porque quem saiu das bandas fracassou, e comigo não aconteceu. É o momento, a hora, o lugar. Você tem que assumir a sua música; eu tenho a minha assinatura, que é a minha verdade.”
E por falar em assumir sua música, Ivete não reclama do mega-sucesso de Festa, de seu disco anterior. Mesmo reconhecendo que a música ofuscou as demais faixas do CD, também intitulado Festa, ela se mostra feliz com a execução maciça da música, ao contrário de Los Hermanos e LS Jack, por exemplo, que lamentam publicamente o espaço que Anna Julia e Carla ocuparam em suas carreiras.
“Adoro música que toca demais”, minimiza. “Foi ótimo ver as crianças cantando. Isso não é problema, é solução. O problema é quando não toca nenhuma.”


Mais uma Festa

O novo disco de Ivete conta com a participação do marido dela, o cantor e guitarrista Davi Moraes, do início ao fim. Davi produziu a faixa Eu E Você, Você E Eu (Juntinhos), regravação do sucesso de Tim Maia; tocou guitarra em todas as faixas e compôs uma música: Verdadeiro Carnaval. A cantora é só agradecimentos ao maridão.
“Falei pra ele: ‘você é o músico que eu preciso ter’. Davi mistura técnica, criatividade e originalidade. Tem um som próprio, assim como os outros músicos da banda”, afirma Ivete, que não separa a vida conjugal da musical. “A gente gosta das mesmas coisas, beija muito na boca (risos). Nós começamos a carreira pelo amor à música, e não para fazer sucesso e ficar rico. Temos uma coerência muito grande, mas temos noções das nossas diferenças. Um é influência para o outro.”
Outros integrantes da família também marcam presença em Clube.... O irmão de Davi, Ari, assina Azul da Moda com Ivete, que compôs ainda, sozinha, Só pra Me Ver. A influência para a nova carreira de compositora, segundo ela, veio do pai dos irmãos, Moraes Moreira. “Para todo baiano que gosta de música, Moraes é uma escola inesgotável. Agora estou me arriscando mais como compositora e ele foi fundamental para isso”, derrete-se.
Entre Festa e Clube..., Ivete teve um intervalo de dois anos, o que, segundo ela, foi fundamental para produzir um disco mais maduro. “Tive a tranqüilidade de pôr a banda pra ensaiar no quintal da minha casa; criamos muita coisa na varanda, várias levadas de percussão que eu nunca tinha ouvido. Quisemos trabalhar mais os timbres também. Foi uma autofagia, ficávamos horas tocando”, conta Ivete, que estende o amadurecimento à sua carreira. “Nesses dez anos de carreira deixei muitos vícios de lado. Hoje extraio muito mais do compositor, coisas que ele nem imagina que eu gosto. Também já não acho mais que gravar um disco por ano é uma regra para ter sucesso.”
A primeira música do novo trabalho que ficou conhecida pelo público foi Somente Eu E Você, tema da novela “Kubanakan”. Mas a que promete puxar mesmo o disco é Sorte Grande, atual sucesso nas rádios, música bem no estilo de Festa, dançante, alto-astral, com um refrão forte. Será que ela procurou gravar uma Festa 2? Ivete desconversa. “Não gravo música para emplacá-la nas rádios durante oito meses, mas se isso acontece é bacana. Daí a ser uma unanimidade é outra coisa”, diz ela, que responde no mesmo tom quando o assunto é seu primeiro DVD. “Não pensei nisso ainda. Não estou precisando.”


Gravidez a prazo

E não é só o DVD que a multimídia Ivete Sangalo está descartando momentaneamente de sua agenda. A cantora jura de pé junto que este não é o momento de ter um programa de televisão – o que é freqüentemente especulado, ainda mais depois que ela foi elogiada quando substituiu Xuxa em seu antigo programa dominical. Cinema Ivete até aceita se for uma boa proposta, mas, depois de participar de um filme de Renato Aragão, ela prefere um papel num filme adulto, como “Cidade de Deus”, do qual se diz fã.
Mas o papel do qual ela está atrás mesmo é o de mãe. Já tem até prazo: “Dois anos. Antes disso não adianta fazer fofoca!”, diz Ivete, que promete não parar caso a gravidez apareça. “Todos os meus ídolos cantaram grávidas: Baby, Elba... Se engravidar, não vou parar. Já quis ter filho várias vezes, minhas irmãs já tiveram. Se eu tiver muitos, vai ser massa.” Êta baiana arretada.



Veja mais:


  Davi Moraes faz a diferença nas 14 faixas de Clube...
   Disco:  Clube Carnavalesco Inocentes em Progresso
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Ivete Sangalo lança MTV Ao Vivo no Rio e recebe Troféu U.M.
  Ivete Sangalo fala sobre seu MTV Ao Vivo


Resenhas relacionadas:

  MTV Ao Vivo
 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções