Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Pato Fu completa 10 anos tentando ser original em meio ao óbvio

Fernanda Takai e John, no palco do Canecão, na frente da imagem de um disco de vinil utilizada no telão: assim como o RPM, o Pato Fu usa e abusa dos efeitos visuais em seus shows
Galeria de fotos
O grupo mineiro Pato Fu decidiu comemorar seus 10 anos de carreira de uma forma não muito original: lançando um CD/DVD da série MTV Ao Vivo (BMG), a exemplo do já fizeram nomes como Skank, Raimundos e Planet Hemp. Mas, mesmo no óbvio, a banda comandada pela vocalista e guitarrista Fernanda Takai – que conta ainda com John (voz, guitarra e cavaquinho), Ricardo Koctus (voz, baixo e pandeiro) e Xande Tamietti (bateria) – tenta se diferenciar. Produzido por Beto Villares e John, o CD traz 19 faixas, sendo três inéditas e os principais sucessos de seus seis discos anteriores: Ruído Rosa (2001), Isopor (1999), Televisão de Cachorro (98), Tem Mas Acabou (96), Gol de Quem? (95) e Rotomusic de Liquidificapum (93). O DVD traz mais duas faixas: o pot-pourri Tribunal de Causas Realmente Pequenas/Licitação e Um Ponto Oito.
A mesma criatividade que a banda tem na hora de escolher o nome de seus CDs aparece neste ao vivo. Em vez de gravar o disco em um grande espaço (como o enorme Pólo de Cinema e Vídeo, no Rio, usado em quase todos os especiais da MTV), o Pato Fu utilizou o pequeno Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). Na gravação, nada de famosos ou imprensa: apenas os fãs, cerca de 200, foram convidados. “Queríamos fazer um espetáculo pra quem gosta de nossa música independentemente de sermos sucesso ou não”, explica Fernanda Takai.
Outro diferencial foram os convidados: em vez de companheiros do BRock ou de ídolos da MPB, participam do disco o tecladista Lulu Camargo e a dupla cômico-musical Tangos e Tragédias, formada por Hique Gomez (voz, violino e serrote) e Nico Nicolaiewsky (voz, acordeom e piano), aqueles que se dizem naturais da “Sbórnia”.

Homenagem a Herbert Vianna

MTV Ao Vivo, o CD, começa com uma nova leitura para Eu – hit que também abria Ruído Rosa – com uma clima fantasmagórico no início e uma levada mais leve que a original, prevalecendo o acordeom de Nico em vez da guitarra de John. Em seguida aparece a primeira inédita: Me Explica, cuja letra, feita por Fernanda e John em homenagem a Herbert Vianna, simula o vocalista dos Paralamas lembrando a queda de seu ultraleve, em fevereiro de 2001, e falando sobre a perda de Lucy, sua mulher, que morreu no acidente (“ Me explica / havia você e o céu / havia você e o mar / já não há (...) Querem saber / como é estar aqui / lembrar e esquecer / como sobrevivi”).
Nas duas faixas seguintes o quarteto volta aos hits: Sobre O Tempo (de Gol de Quem?) e Made in Japan (Isopor). As inéditas retornam na quinta e na sétima canções, respectivamente: Por Perto, a primeira faixa de trabalho, que já virou hit; e Não Mais. O grupo, então, segue com sucessos como Depois e Canção pra Você Viver Mais até apresentar Nada pra Mim, música de John que ficou conhecida na voz de Ana Carolina (cuja versão, aliás, é bem melhor que a do Pato Fu) e era inédita com o grupo. O CD termina com Rotomusic de Liquidificapum – faixa-título de seu primeiro CD, que projetou o grupo nacionalmente – e todo seu caráter experimentalista, com guitarras distorcidas, efeitos de teclado e mudanças de andamento. No fim, todos os discos foram representados, e dos grandes sucessos só faltou a releitura de Ando Meio Desligado (música de Ruído Rosa que fez parte da trilha da novela global “Um Anjo Caiu do Céu”), mas que não chega a fazer tanta falta, já que a versão original, dos Mutantes, é bem superior.
Resumo da ópera: MTV Ao Vivo Pato Fu representa bem os 10 anos de carreira do grupo, não esquecendo nenhum dos grandes (e melhores) sucessos e apresentando boas inéditas. No conjunto, o CD só perde para o Ao Vivo MTV do Skank, que, apesar de não trazer vários hits do grupo, continua liderando este projeto da emissora paulista, que a cada ano ganha novos adeptos. Quem será o próximo?

A seguir, confira uma entrevista exclusiva com a vocalista do Pato Fu, Fernanda Takai, e a galeria de fotos do show de lançamento de MTV Ao Vivo no Canecão, no Rio, no dia 9 de outubro.


Veja mais:


  Fernanda Takai rejeita acústico e a “preguiça” dos discos ao vivo brasileiros
   Disco:  MTV Ao Vivo Pato Fu
     Ficha técnica, faixas e compositores





Resenhas relacionadas:

  Todo Cura para Todo Mal
 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções