Busca

O UNIVERSO MUSICAL
Quem Somos
Expediente
Cadastro
Publicidade
Fale Conosco
LINKS EXTERNOS
Blog
Universo Produções
Site Marcos Bin
Orkut
MySpace
Enquete
Você é a favor do ensino obrigatório de música nas escolas, como defendem alguns artistas? Acesse nosso blog e dê sua opinião!
  Extras do DVD trazem depoimentos de Tom Capone

Divulgação
Em um dos extras do DVD, o diretor artístico Tom Capone chama Amado Batista de “rei popular”

Por Marcos Paulo Bin
23/09/2004

Morto em acidente de moto após a cerimônia do Grammy Latino, no último dia 1° de setembro (leia a matéria), o diretor artístico da Warner, Tom Capone, aparece em vários momentos dos extras do DVD É O Show, rasgando-se em elogios para Amado Batista.

Um dos extras mostra o cantor saindo do show do Patativa mais de 3 horas da manhã e indo para outra casa paulistana, a Expresso Brasil, onde chega às 3h45. Após receber presentes de fãs, ele já entra no palco, provavelmente mais de 4h, cantando Anjo Bom, a mesma música que abre o DVD.

“O cara realmente é o rei popular”, derrete-se Capone, comentando antes a “peripécia” de Amado. “Os artistas no Brasil fazem essa coisa de louco, que é acabar um show mais de 3 horas da manhã e ir direto para outro, começar tudo de novo.”

No making of da gravação, Tom Capone explica que Amado Batista queria incluir mais músicas inéditas, mas ele preferiu fazer um disco recheado de sucessos.

“Queria fazer um lance para todo mundo cantar”, conta o diretor artístico.

O making of também traz cenas do camarim, com Amado Batista entre os fãs e seus filhos Erick e Bruno, entrevistas com o produtor Roberto Marques, o baterista da banda, Ricardo Villela “Brasa”, e com o próprio cantor. Nela, Amado reforça sua preferência pelo estilo popular, e diz que vê evolução de sua música com o tempo.

“A evolução é grande. Percebo isso pegando meus discos antigos e comparando com os de hoje. Mas a emoção é a mesma, só houve um aprimoramento da técnica”, garante.

Ricardo lembra a grande quantidade de sucessos de Amado.

“Ele poderia fazer três shows com músicas diferentes, se quisesse”, diz o baterista, lembrando a histeria dos fãs por onde passam. “Isso é comum para o Amado. É impressionante o público dele. Aqui são 10 mil pessoas, e em qualquer outro lugar é a mesma coisa.”

Tom Capone termina o making of resumindo bem a trajetória de Amado Batista.

“São 29 anos ralando e fazendo o povo feliz. O cara é um mestre.”


Veja mais:


  As pérolas de Amado Batista em CD e DVD
   Disco:  É O Show
     Ficha técnica, faixas e compositores

Matérias relacionadas:

  Amado Batista comemora 30 anos de carreira com CD de músicas inéditas


Resenhas relacionadas:

  É O Show

 
Graça Music anuncia novidades à imprensa

Grupo Toque no Altar nos Estados Unidos

Metade do Pink Floyd em disco ao vivo de David Gilmour

Oasis mantém o (bom) padrão com Dig Out Your Soul
 
Confira outras matérias
desta seção
 

 

       

 
 
Copyright 2002-2008 | Universo Musical.
É proibida a reprodução deste conteúdo sem autorização escrita ou citação da fonte.
 
Efrata Music Editora Marcos Goes Marcelo Nascimento Dupla Os Levitas Universo Produções